Após chegada de Mancini, Grêmio vai para o "tudo ou nada" contra o rebaixamento


Fonte: Uol Esportes

Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio
O Grêmio inicia hoje (17), contra o Juventude, uma "operação de guerra" —palavras de Vagner Mancini. O jogo, válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, ganhou outro status por parte dos dirigentes, mas é quase um sinônimo. O clube gaúcho entende que foi para o "tudo ou nada" na luta para fugir do rebaixamento. A contratação de um novo treinador, mudança no departamento de futebol e até acesso à torcida a treino faz parte do pacote para escapar do fim da tabela.



Grêmio e Juventude jogam às 18h15 (horário de Brasília), na Arena do Grêmio. O time gremista entra na rodada como penúltimo colocado e com 23 pontos. A equipe de Caxias do Sul tem 28 pontos e ocupa a 15ª posição na tabela.


A visão gremista, nos bastidores, é que a nova formação fora das quadro linhas é uma cartada final para buscar mudança no jeito de jogar e ambiente, do elenco e clube em si.


A saída de Felipão aconteceu depois da 13ª derrota do Grêmio no Brasileirão. Ainda na segunda-feira (11), a diretoria começou a trabalhar em um plano para buscar reação imediata no campeonato. A urgência é pelo número de jogos que restam na temporada.


Na terça-feira (12), Vagner Mancini foi procurado e o acordo ficou alinhavado. Na quarta, em Porto Alegre, o então treinador do América-MG já sabia que tinha portas abertas no Grêmio. A nova diretoria de futebol gremista assumiu na quinta e ainda tentou convencer Roger Machado, primeiro nome tentado após saída de Felipão, e sem êxito levou adiante o acerto costurado algumas horas antes.


Mancini foi escolhido pelo histórico recente de ajudar Atlético-GO, Corinthians e América-MG a fugir do Z4. Os novos dirigentes do departamento de futebol, Dênis Abrahão e Sergio Vasquez, vice de futebol e diretor de futebol, respectivamente, adicionaram um discurso de energia ao dia a dia. Com a meta de atingir a torcida e afastar o abatimento coletivo pela série de cinco jogos sem vitória no campeonato.


No interior do vestiário, o papo inicial foi de união. Com poucas mudanças pela proximidade com o jogo diante do Juventude. A ideia é fazer alterações maiores a partir da próxima semana, com mais dias de preparação até o jogo com o Atlético-GO.



"Ninguém consegue nada na vida sem trabalho, então esse é o pilar de tudo que vai acontecer daqui até o final do ano. Nós estamos em uma operação de guerra e é importante que todo mundo coloque suas visões para fora. Desta forma, acho que temos chance e dá para sonhar. Eu já vi na história deste clube onde o clube teve muito êxito. Temos que acreditar no peso desta camisa e na qualidade deste elenco", disse Vagner Mancini na sexta-feira (15).


A operação de guerra, ou cartada final, começa contra o Juventude.

#gremio #imortal #tricolor #juventude #brasileirao #mancini

LEIA TAMBÉM: Veja os detalhes da provável saída Jean Pyerre do Grêmio para o Alavés

E MAIS: Diego Souza cogita adiar aposentadoria em caso de rebaixamento do Grêmio




Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

4/12/2021


3/12/2021