Volante se aproxima de bater meta na Bélgica e pode render no mínimo R 3 milhões ao Grêmio

Diego Rosa, do Lommel SK precisa atingir 15 jogos durante o empréstimo do Grupo City para acionar cláusula prevista no contrato de venda


Fonte: Globoesporte.com

Foto: Divulgação/Site oficial do Lommel
Diego Rosa já deixou o Grêmio há mais de um ano, já rendeu financeiramente ao clube. Mas há potencial para mais. Isso porque o volante do Lommel SK, da Bélgica, está próximo de bater uma meta prevista no contrato de venda ao Grupo City e render no mínimo R$ 3 milhões ao Tricolor.



O ge apurou que se Diego completar 15 jogos durante o empréstimo, o Grêmio receberá 500 mil euros (R$ 3,1 milhões). E vale tanto para o Lomell como para outro clube se for repassado.


Porém, o bônus só será efetivado se Diego tiver a chamada "aparência relevante", conforme previsto no contrato. Ou seja: só contam os jogos em que o volante for titular ou entrar no decorrer da partida antes dos 45 minutos iniciais.


Diego tem 12 jogos no total pelo Lommel, mas apenas nove contam para o bônus – sete vezes como titular e outras duas em que entrou no primeiro tempo. Portanto, faltam no mínimo seis aparições para a efetivação da cláusula.


Experiência no City

Diego foi vendido pelo Grêmio ao Grupo City, acionista do Manchester City e outros clubes, com contrato até julho de 2025. O destino escolhido pelos compradores foi o Lommel SK. Mas recentemente, ele participoou da pré-temporada com o clube inglês e sob olhares de Pep Guardiola.


"Desde o meu primeiro dia lá, fui super bem recebido por todos e o pessoal da comissão técnica me orientou bastante. O próprio Guardiola foi superbacana. Apesar de ter ficado pouco tempo com a galera, deu para evoluir bem", disse Diego. via assessoria de imprensa.


"Sei que sou jovem e tenho que dar um passo de cada vez, mas a experiência foi superpositiva e vou trabalhar para voltar o mais cedo possível", Diego Rosa via assessoria ao ge.


Durante quase um mês, Diego participou das sessões de treino com o time principal do Manchester City. Foi tempo suficiente para desenvolver uma amizade com o volante Fernandinho.


"Ele (Fernandinho) fez de tudo para me deixar à vontade. Antes de conhecer ele, já tinha ouvido falar que era um cara sensacional e quando o conheci pude comprovar que é isso mesmo. Além disso, se for analisar, jogamos na mesma posição e é um dos jogadores que eu sempre me espelhei", concluiu.


Diego ainda não marcou gol pela equipe, mas já deu duas assistências e tem sido titular nos últimos três confrontos. A tendência é que ele complete a temporada no Lommel. Depois, o planejamento é que seja emprestado para uma equipe da primeira divisão das principais ligas da Europa.



Diogo Rosa foi vendido ao Grupo City em julho de 2020 por 6 milhões de euros. Mas o valor pode chegar a 23,5 milhões de euros, caso sejam atingidas algumas metas previstas em contrato. Uma delas, por exemplo, prevê um bônus de 4 milhões de euros se ele for inscrito na Premier League.

#gremio #imortal #tricolor #diegorosa #volante

LEIA TAMBÉM: Mancini foi escolhido por jogadores e com direito a ligação de lateral

E MAIS: Grêmio e Cortez se aproximam de final de ciclo




Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

21/10/2021


























20/10/2021