Massagista do Grêmio ficou um ano afastado e vira símbolo de título em gesto a funcionários

Grupo de risco, Zezinho retomou atividades há duas semanas no convívio do vestiário e carrega homenagem de jogadores ao erguer taça da Recopa Gaúcha


Fonte: Globo esporte

Um desavisado, ao olhar a foto do título da Recopa Gaúcha, pode achar estranha a presença de um senhor de 70 anos em meio aos atletas campeões pelo Grêmio. A competição estadual, vencida por 3 a 0 sobre o Santa Cruz, serviu de palco para o elenco homenagear José Flores, o Zezinho, massagista e funcionário prestes a completar 48 anos de clube.



Zezinho ficou um ano e dois meses afastado das atividades dentro do Grêmio por ser grupo de risco para a Covid-19. Retomou os trabalhos junto ao vestiário tricolor recentemente, após estar vacinado. E virou símbolo do carinho dos jogadores aos funcionários do clube.

No ambiente interno, o massagista é considerado uma das figuras mais queridas no vestiário. Pessoas com trânsito no CT dizem que ele sempre aparece para oferecer um cafezinho e é solícito com todos.

Geromel, capitão gremista, foi o responsável pelo ato no momento da taça ser levantada. O zagueiro lembrou os casos da doença no Tricolor e disse que o gesto serviu para homenagear a equipe de apoio do clube gaúcho, com integrantes que também sofreram com a Covid-19.

Tanto nesta onda de casos quanto na anterior, funcionários do dia a dia, como seguranças e até pessoal da limpeza do CT Luiz Carvalho, passaram por problemas com a doença.

— Zezinho ficou mais de um ano sem comparecer ao trabalho por ser grupo de risco. Queria que ele tivesse uma representatividade pelo que significa, pelo tempo de casa e também pelos casos de Covid que tivemos no Grêmio. Todos passaram por situações complicadas, queria representar um pouco de gratidão pelo que ele fez pela gente e por todas pessoas que ficaram sem ir trabalhar, que agora está voltando à normalidade e espero que volte o quanto antes — destacou Geromel.

Zezinho também se mostrou honrado com a homenagem feita pelo grupo de jogadores. O massagista completa 48 anos de Grêmio no dia 23 de julho e é o funcionário mais antigo atualmente no clube.

— Fique um ano e dois meses (afastado). Nunca fiquei tanto tempo assim, mas aconteceu, tem que ficar. Muito feliz. Nem vou dormir de noite — disse Zezinho ainda no domingo.



(Zezinho) Passou um ano fora de resguardo. Os jogadores convidaram para receber o troféu e achei uma homenagem linda e pertinente.
— Vice de futebol Marcos Herrmann
Zezinho é figura presente no vestiário do clube desde 1973 e, assim, acompanhou todos os principais títulos do Grêmio das entranhas. No "ranking" de antiguidade do Tricolor, o massagista perdia apenas para Seu Verardi, que faleceu em 2019 com 54 anos de serviços prestados ao clube.

Grêmio, massagista do Grêmio

LEIA TAMBÉM: Tiago Nunes pede calma com Douglas Costa e diz que meia-atacante ainda não está no ritmo ideal

Saudades do CR7? Estreia frustrada de Douglas Costa rende memes na web




Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

19/6/2021










18/6/2021