Veja o histórico de Vagner Mancini na briga contra o rebaixamento

Técnico estreia pelo Grêmio neste domingo, em confronto direto com o Juventude, para tentar evitar a terceira disputa da Série B na história do clube


Fonte: Globoesporte.com

Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio
Anunciado oficialmente na sexta-feira, Vagner Mancini estreia pelo Grêmio neste domingo contra o Juventude, a partir das 18h15, na Arena, pela 27ª rodada do Brasileirão. A missão de livrar o clube do rebaixamento à Série B não chega a ser novidade para o treinador de 54 anos.



Ao longo da carreira, Mancini ganhou fama de "técnico-bombeiro", especialista em apagar incêndios e tirar equipes do Z-4. Em alguns trabalhos, teve sucesso, mas em outros, não.


O treinador já evitou que quatro times caíssem para a segunda divisão. Mas participou de outras cinco campanhas que terminaram em rebaixamento. Como o Grêmio é vice-lanterna, com 23 pontos, ele terá 14 rodadas para evitar o mesmo destino ao fim do Brasileirão.


A última vez que Mancini assumiu desafio semelhante foi no ano passado, pelo Corinthians. Pegou o time na 15ª rodada, em 17º na tabela, e terminou o campeonato na 12ª posição, com uma vaga na Sul-Americana. Teve o contrato renovado para 2021, mas deixou o Timão após a eliminação na semifinal do Paulistão.


"Você busca experiências como solução para o que vive. O Corinthians, assim como o Grêmio, estava mal na tabela e reagiu. Temos mais de 12 jogos, mas precisamos o mais rápido construir um conceito que gere confiança. Não quero iludir ninguém. Estou aqui porque acredito no potencial do clube para se reerguer. A história mostra isso", disse Mancini em sua apresentação.


Em 2011, o técnico ajudou a salvar o Cruzeiro. Chegou na 27ª rodada, com a equipe em 16º, e manteve o posto até a última rodada, quando a Raposa goleou o Atlético-MG por 6 a 1 para se salvar.


Em 2013, fez sua melhor campanha. Assumiu o Athletico na vice-lanterna e levou o time ao terceiro lugar ao final do Brasileirão, com vaga na Libertadores.


Mancini ainda livrou o Vitória da queda em 2017, por um gol de saldo. Mas participou da campanha de rebaixamento do Leão no ano seguinte, quando foi demitido na 16ª rodada.


Também caiu no comando do Guarani, em 2010, e Botafogo, em 2014. Teve participação nas quedas de Ceará, em 2011, e do Sport, em 2012.


Os trabalhos de Mancini contra o Z-4

Evitou o rebaixamento

Cruzeiro (2011)
Athletico-PR (2013)
Vitória (2017)
Corinthians (2020)



Participou do rebaixamento

Guarani (2010)
Ceará (2011)
Sport (2012)
Botafogo (2014)
Vitória (2018)

#gremio #imortal #tricolor #mancini #rebaixamento #brasileirao

LEIA TAMBÉM: Veja os detalhes da provável saída Jean Pyerre do Grêmio para o Alavés

E MAIS: Diego Souza cogita adiar aposentadoria em caso de rebaixamento do Grêmio




Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

3/12/2021



















2/12/2021