Presidente gremista pede a confiança da torcida e alerta que pior cenário é “jogar a toalha”

Romildo Bolzan destacou que a avaliação da direção é que é possível reverter a situação com o técnico e com o grupo


Fonte: Correio do Povo

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
O presidente Romildo Bolzan destacou durante a coletiva realizada na tarde desta sexta-feira que acredita plenamente na retomada das vitórias e dos bons resultados com o técnico Renato Portaluppi e com o atual grupo de jogadores. O mandatário gremista ressaltou que o pior cenário possível é jogar a toalha e que o trabalho para superar o momento será triplicado por todos do clube.



LEIA TAMBÉM: Renato pede calma e afirma: "Se achar que estou atrapalhando, peço para sair"


“Essa situação é momentânea e não vai ficar permanentemente. Confio nisso por uma razão muito simples: temos um elenco que vai dar a volta por cima. Um treinador capaz de dar a volta por cima e, sinceramente, o pior diagnóstico é jogar a toalha. Estamos todos juntos no sentido de elevar a moral, do nível de confiança do grupo e da comissão técnica. E, principalmente, temos a avaliação que o cenário que temos é um cenário de plena recuperação. Acredite a torcida nisso. Estamos convencidos que o melhor é ficarmos como estamos e vamos passar por isso”, afirmou o presidente.

Bolzan também revelou que a pressão externa feita pelas redes sociais não chega até o vestiário do Grêmio. “Não são momentos como esses, que todos anos ocorrem, que irão manchar tudo que fizemos. Não vamos deixar de fazer as nossas autocríticas, reconhecer os nossos erros. Essa semana é muito relevante, pois temos o jogo contra o Palmeiras, Gre-Nal pela Libertadores, e enfrentamento contra o Atlético-MG. Vamos juntos fazer a virada disto tudo. Temos absoluta confiança no que está sendo feito no futebol. No plantel, na comissão técnica e no Renato”, assegurou.

O presidente ressaltou ainda que ninguém no Grêmio “está dormindo nos louros das vitórias ou gozando com as vitórias que foram construídas nos últimos quatro anos”.



É um legado importante e um fato relevante. O Grêmio é um clube vitorioso, mas também sabemos que para manter temos que triplicar o trabalho. Desta forma que encaramos este momento. Ninguém tem que baixar a cabeça. O que nos conduziu até este momento com vitórias é a união plena do clube, do futebol e do torcedor”, concluiu.


Grêmio, Romildo, Apoio, Torcida, Imortal

LEIA TAMBÉM: Quem é Gastón Ramírez? Confira o vídeo com seus melhores lances

E MAIS:Churín vê Grêmio como "maior desafio da carreira"





Comentários



Daiana Claiton     

O pior q o Renato é esperto ganha o grenal e deu esquecem das mas atuacoes

Só o discurso que vão triplicar os trabalhos nao basta para sair dessa crise. Tem que contratar pelomenos um volante marcador, um atacante e um centroavante. E não jogadores que estao em baixa e com idade elevada. A atitude que nos queremos da diretoria é uma resposta através de contestações de jogadores de qualidade.

Leco Silva     

Querem mais confiança do que ja demos logo que liberam pra treinar na pandemia o Renato não podia vir trenar o time porque era do grupo de risco mais dai podia ir pra praia no RJ tomar chopp e jogar futivolei porque ele não veio treinar junto com o grupo e agora estão pedindo mais confiança tão de sacanagem

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

28/10/2020







27/10/2020






Apresentação de Churín - 15:08 (2)

Churín vê Grêmio como "maior desafio da carreira"