Renato pede calma e afirma: "Se achar que estou atrapalhando, peço para sair"


Fonte: UOL Esporte

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Renato Gaúcho se manifestou após a coletiva do presidente Romildo Bolzan Júnior. E defendeu o trabalho. Mantido no comando do Grêmio — hoje completando quatro anos no cargo — o comandante pediu paciência, disse que o desempenho não é tão ruim quanto se comenta e afirmou que no momento que achar que atrapalha, pedirá para sair.



LEIA TAMBÉM: Renato Gaúcho completa 4 anos de Grêmio cheio de títulos


"Se eu achar que estou atrapalhando, serei o primeiro a sair. Nunca vou ficar no clube que eu amo, e me dedico há quatro anos, e hoje completa quatro anos, prejudicando. Quando eu achar que estou prejudicando, peço para sair. Eu resolvo isso em dois minutos com presidente. Todos meus contratos, não coloco um real de multa. Tenho caminho aberto para entrar e sair. Se o Renato sentir que está prejudicando, não vai querer ficar. Essa decisão eu mesmo tomo antes da diretoria. Não estou aqui para ganhar ou ser mandado embora. Não vou brigar com o presidente, eu mesmo chego e agradeço. Mas o momento é de tranquilidade e trabalho", disse Portaluppi.

Renato ainda citou que é hora da torcida ter paciência e união para o time se recuperar.

"O que o torcedor precisa é ter mais paciência. Com calma, todo mundo vai conseguir se recuperar. Infelizmente nós somos culpados dentro do clube porque viciamos nosso torcedor a vencer todos os jogos. Quando falo em torcedor ter calma, é por isso. Vamos colocar em dúvida um trabalho de quatro anos, com vários títulos, porque não estamos num momento tão bom? Não consigo entender", explicou.

Portaluppi citou as campanhas do Grêmio na Libertadores e no Brasileiro para sustentar que o time não está tão mal quanto comentam torcedores e imprensa.

"De repente não estamos num momento tão bom, mas não é um momento péssimo. Vamos pensar nos resultados. Estamos com quatro pontos na Libertadores, o líder da nossa chave tem sete. Vencemos fora de casa, que é muito difícil. No Brasileiro, se vencermos o jogo atrasado, ficamos cinco pontos atrás do líder. Onde está a crise no Grêmio? Não vem jogando bem? Não vem, pelos problemas que sabemos, jogadores chegando, muitos no departamento médico. Mas não entra na minha cabeça isso que se fala", disse.

O treinador ainda falou da pressão que sofrem os técnicos do país para vencerem ou acabarem ameaçados de demissão. Neste ponto, citou o técnico do Inter, Eduardo Coudet, e a derrota do Flamengo na Libertadores.

"Se sai o Renato, e entra outro, quantos dias vocês darão para ele? Quanto tempo ele terá para trabalhar? Daqui a pouco serão feitos contratos por vitórias. Você tem 20 jogos, precisa vencer 18 ou está demitido. Olha ao ponto que chegamos no futebol. E disso todo mundo é culpado, inclusive a imprensa. Se diz que os treinadores armam esquemas para não perder os jogos e permanecerem nos cargos. Eu não, graças a Deus, aqui no Grêmio temos uma relação muito boa. Mas falo pela classe. Eu cito o Coudet, que eu está fazendo um ótimo trabalho no Inter. É líder do campeonato, e se estava questionando ele. E tantos outros. O maior exemplo é o Flamengo, com melhor elenco do Brasil, que ontem levou cinco, com titulares. Não se ganha todos os jogos", completou.

Antes, Romildo Bolzan Júnior havia confirmado a permanência da comissão técnica e informado a saída do executivo de futebol Klauss Câmara. No próximo domingo, o Tricolor encara o Palmeiras.

Confira a coletiva do presidente Romildo Bolzan:






Grêmio, Renato, Coletiva, Pressão, Bolzan, Permanência, Imortal

LEIA TAMBÉM: Quem é Gastón Ramírez? Confira o vídeo com seus melhores lances

E MAIS:Churín vê Grêmio como "maior desafio da carreira"





Comentários



Roberto Puglia     

Tipica resposta de menino mimado. E que nao responde pelos erros que comete. Manter Diego Souza capengando em campo é só um deles. Nao ter sequer uma saida de bola organizada é outro. Nao ter uma jigada de escanteio. Mais uma. Nem de falta. Outra. Jogar sem volante de verdade, toma mais uma. Pode empilhar erros do treinador.

Pra quem defende o Roger,,é treinador de time pequeno,NÃO tem voz ativa pra time grande,time grande tem que ser xerife

Eu soi um grande fã do Renato mas o auge desse treinador foi com uma base sólida, o time dava estrutura para a zaga, tinha um goleiro bem mais seguro que o Vanderlei. Agora o Renato tá dizendo que o Fortaleza é um grande time e dentro de casa que era uma fortaleza. O Cortez virou uma avenida, o Gremio a partir dos 20 do segundo tempo se arrasta. O time tá velho e cheio de medalhao. Bom agora para sair dessa crise precisamos tirar o Renato, Tirar o Cortez, o Maicon tem que ser auxiliar técnico, eu acho que chegou a hora do Roger.

Daiana Claiton     

Só que ele é muito esperto perdeu pro católica o inter ganhou ,daí no grenal ele empurra o time ganha o jogo e tá tudo bem é sempre assim

Daiana Claiton     

Então tchau Renato devia te saído em 2018 e, e mufa de profissão procura uma de incentivador

Joao Schernn     

Se é por falfa de adeus pode sumir agora do meu gremio treinador varzeano

Cada vez mais longe dos líderes e cafa vez mais perto do Z4. E o Grenal é uma grande chance de fazer o time embalar. Se ganhamos, fica o bem na libertadores e ganhamos moral para os próximos jogos. Se empatarmos ou perdermos, ficamos mal na Libertadores e a crise continua, talvez até aumente.

O Grêmio precisa ganhar do Palmeiras, pelo Brasileiro, e do Inter, pela Libertadores. Se empatar com o Palmeiras, vai continuar a empatite e vamos ficar cada vez

Leia Boaroli     

Passou da hora de sair.....daqui a pouco rebaixa o grêmio

Leco Silva     

Quando um treinador chega ao time e ñ começa dar resultados tudo bem tem desculpas agora o cara esta a quatro anos e um decepção atraz da outra nos não pagamos as mensalidades ñ somos socios para o Renato estar na praia RJ em vez de estar trenando seu grupo ainda mandaram toda a equipe fisica embora eos novos profissionais tiveram praticamente 2 meses pra colocar em dia a parte fisica eo time parece uns pangares cansado

Victor Finamor     

Com certeza tu tá atrapalhando

Renato tem q se preocupar é com o coletivo, o time é uma bagunça, o meio nao marca e nao arma a defesa fica desprotegida e o ataque nao chuta a gol isso é falta de treino.,

Vai, vai..com essa sua arrogancia e teimosia vai. Se tivesse no corinthians ja tinham te mandado embora. Vc e seus bruxos. Vai treinar o time.,,a

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

28/10/2020








27/10/2020






Apresentação de Churín - 15:08 (2)

Churín vê Grêmio como "maior desafio da carreira"