Grêmio não queria jogar na sexta, e após viagem ao Paraguai só terá um treino antes do confronto


Fonte: Uol Esportes

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
O Grêmio queria adiar o jogo de ida contra o Independiente Del Valle, do Equador, por mais tempo — conforme nota publicada na coluna De Primeira de hoje (8) —, mas não conseguiu. Sem sucesso na sugestão dada à Conmebol, o clube gaúcho se prepara para o duelo pela terceira fase preliminar da Copa Libertadores vivendo cenário extremamente atípico. A delegação, agora no Paraguai, faz nesta quinta-feira o primeiro e único treino no gramado visando a partida.



Independiente Del Valle e Grêmio jogam no estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, amanhã (9), às 19h15 (horário de Brasília). O local foi definido pela Conmebol, que informou o clube equatoriano.


De segunda-feira até quarta, os jogadores realizaram exercícios físicos nas dependências dos hotéis, primeiro em Quito e depois em Assunção. Uma das três sessões foi assim por veto do governo equatoriano ao treinamento previsto para o CT da LDU, na terça-feira à tarde.


"É uma situação completamente atípica e sem dúvida é um prejuízo importante, do ponto de vista desportivo. Mas vamos ter que superar", disse Carlos Amodeo, CEO do Grêmio, que acumula a função de executivo de futebol e é o representante da diretoria na viagem gremista.


O único treino deve contar com a presença de reforços buscados em Porto Alegre. O Grêmio consultou a entidade sul-americana e obteve aval para levar atletas até o Paraguai.


Além da semana sem treinamento convencional, o Grêmio acumula duas viagens longas. Primeiro, de Porto Alegre até Quito, em deslocamento que chegou a nove horas de duração. E depois, de Quito até o Paraguai.


De Porto Alegre, Renato Portaluppi se manteve participante no dia a dia do Grêmio. Isolado em hotel depois de relatar sintomas e testar positivo para Covid-19, o treinador fez contato com dirigentes e era um dos defensores de maior adiamento do jogo com o Del Valle.


Do outro lado, o clube equatoriano chegou a fazer contato com a Conmebol pedindo para que o jogo fosse mantido em Quito. E na data prevista. Nas redes sociais, o Del Valle publicou nota afirmando que se prepara para a partida no Paraguai, mas não comentou a decisão.


No regulamento, a Conmebol determina que os times participantes da Copa Libertadores atuem mesmo em caso de surto de novo coronavírus. O texto das regras fala em mínimo de sete atletas para iniciar a partida. Se não houver a quantidade, a equipe afetada leva W.O.


O Grêmio afastou quatro jogadores da delegação com 26 atletas. Paulo Victor e Vanderson testaram positivo para Covid-19 nos exames realizados em Quito, na última segunda-feira à noite. Victor Ferraz e Emanuel testaram negativo em cinco exames, mas apresentaram sintomas e foram isolados.



A segunda partida entre Independiente Del Valle e Grêmio está confirmada pela Conmebol para quarta-feira (14), em Porto Alegre.

#gremio #imortal #tricolor #delvalle #libertadores #logistica

LEIA TAMBÉM: Pedro Geromel treina normalmente e vê retorno aos gramados se aproximar

Com legado vitorioso, Renato se despede do Grêmio após trajetória vitoriosa





Comentários



Esse Pedrinho só pode ser Colorado né?sem comentários

Joao Belaver     

Olá gremistas de Cepa: nao vamos dar importância pra comentários de outros times! Dá-lhe Imortal Tricolor! Encaramos qualquer time em qualquer lugar do mundo!!

Queriam oque, o adversário perdeo o mando e tiveram que viajar,alem de perder a altitude à seo favor, jogam duas vezes por semana juntos, querem treinar mais oque,cambada de folgados

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

20/4/2021


Novo treinadaor? - 18:02 (0)

Como Tiago Nunes montará o Grêmio?















19/4/2021