Grêmio se afunda ainda mais em noite terrível no Chile e sente clamor por mudanças

Preparador físico Márcio Meira e executivo Klauss Câmara sofrem contestações internas e podem deixar o clube após derrota para a Universidad Católica na retomada da Libertadores


Fonte: Globo Esporte

O Grêmio sempre soube encarar os momentos mais sérios com a dignidade necessária. Independentemente de momento e campeonato, competia até o último segundo. Mas na derrota por 2 a 0 para a Universidad Católica, na noite desta quarta, no Estádio San Carlos de Apoquindo, não veio resposta. A pressão sobre dirigentes e comissão técnica aumenta.



Dois profissionais estão na alça de mira há algumas semanas e podem acabar demitidos do Grêmio: o preparador físico Márcio Meira e o executivo Klauss Câmara. As contestações internas não são de agora. E podem virar atitude nesta quinta ou após o Gre-Nal da próxima quarta.

A possibilidade da saída dos dois nomes existe, mas também pode não ocorrer imediatamente por conta do clássico da Libertadores. Ainda assim, o ge apurou que a pressão se intensifica a cada jornada ruim, por diferentes motivos, e está no maior nível no ano. Inclusive com promessa de protesto no retorno da delegação a Porto Alegre.

A noite de quarta-feira foi terrível para o Grêmio no Chile. Dos primeiros segundos de jogo ao final, um time controlado e amarrado pela Universidad Católica, jogando sua quinta partida depois da paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus.


O Tricolor vinha no 17º compromisso. E fez sua pior partida em 2020, justamente quando geralmente crescia, nos momentos importantes.

— Às vezes, precisamos mudar um pouco o esquema devido às ausências. Os jogadores se desentendem em campo pela falta de entrosamento. Não é fácil jogar sem sete ou oito — justificou Renato.

Oito minutos com a bola

Mais de 70% de posse de bola para os chilenos e uma superioridade do rival poucas vezes vista em um jogo de Libertadores com Renato no comando — exceto, claro, o 5 a 0 sofrido para o Flamengo ano passado.

O Grêmio ficou com a bola apenas oito minutos no jogo, conforme estatística da TV Globo, contra 28 da Católica. Foram 265 passes trocados, menos da metade dos 556 do chilenos, e 59 incompletos. Ao ser perguntado sobre possíveis mudanças, o técnico pediu calma.

"Agora é muita calma nessa hora, temos que pensar, trabalhar, recuperar os jogadores que estão no departamento médico" (Renato)

Muito mais do que a atuação de fazer os gremistas temerem pelo futuro, há as consequências. Pedro Geromel deixou o jogo com dores. Mais um problema para o já cheio departamento médico do Grêmio.

Os gols vieram justamente após a saída do zagueiro, no fim do primeiro tempo. Quase imediatamente à entrada de Rodrigues no lugar do capitão, Zampedri abriu o placar. Piñares fez o segundo dois minutos depois, com direito a chapéu em Vanderlei.



O Grêmio volta de Santiago na tarde desta quinta-feira em voo fretado. Há mobilização nas redes sociais para realização de protesto de torcedores no aeroporto. No domingo, o Tricolor encara o Palmeiras, na Arena, pelo Campeonato Brasileiro.

GRÊMIO, Renato, Libertadores, crise

LEIA TAMBÉM: Quem é Gastón Ramírez? Confira o vídeo com seus melhores lances

E MAIS:Churín vê Grêmio como "maior desafio da carreira"





Comentários



Será q acabou o gas. Ou reparação físca não prepara ou dep. Medico nao recupera. Tudo bem mas a quipe so tem 11 jogadores? Fora os titulares mais ninguem? Ai tem que improvisar. Nessa me chame, vou de graca, só por amor ao clube. Entre eu com 74 de vida e qualquer um q estava em campo ontem sou mais eu. Estamos no pior momento desdesdee quando caimos pra B

Victor Finamor     

Fora Renato e leva junto o teu amigo Romildo mão de vaca

Acorda presidente, antes que seja tarde demais, manda esse Reiarrogante embora, junto com todos esse incompetentes

Leia Boaroli     

Torcedor é muito inteligente sabe q esse grupo e técnico nao ganharão nada

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

28/10/2020






27/10/2020






Apresentação de Churín - 15:08 (2)

Churín vê Grêmio como "maior desafio da carreira"