Apesar do interesse esfriar, Everton é a principal alternativa do Grêmio para atingir meta com venda de jogadores

Cenário recessivo rebaixou os valores e Tricolor estima receber cerca de 20 milhões de euros pelo principal destaque do time


Fonte: Correio do Povo

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Romildo Bolzan Júnior estabeleceu como meta arrecadar R$ 70 milhões com a venda de jogadores nesta temporada. A pandemia alterou o mercado, mudou as datas das janelas de transferências e avolumou os problemas financeiros, mas não mudou o plano do mandatário. Para realizá-lo, entretanto, o Grêmio terá que desfazer-se de um titular importante. Everton, desde o ano passado, surge como principal alternativa.



LEIA TAMBÉM: Quem é Léo Fenga, atacante da base do Grêmio, confira!


O Grêmio, no passado, já esteve próximo de ter oficializada uma oferta do Everton, da Inglaterra, de cerca de 35 milhões de euros. Hoje, entretanto, o cenário recessivo rebaixou os valores. Estima-se que o atacante poderia deixar o Grêmio por cerca de 20 milhões de euros.

Napoli, da Itália, e Borussia Dortmund, da Alemanha, estariam entre os novos interessados. Na última semana, o Al Duhail, do Catar, fez uma sondagem sobre o atacante gremista. Porém, as negociações nem chegaram a ser abertas. Além de o valor ser abaixo das pretensões tricolores, os planos de Everton não incluem uma temporada no pouco divulgado futebol do Catar.



Por isso, o Al Duhail concentrou-se nas tratativas com o Palmeiras, que deve confirmar nas próximas horas a venda de Dudu por 13 milhões de euros.


Grêmio, Everton, Mercado, Valor, Venda, Meta, Elenco, Imortal

Grêmio decide rescindir contrato de André e centroavante deixa o Tricolor; veja a nota

Obrigado, Everton! Rumo ao Benfica, deixe sua mensagem de boa sorte ao atacante que deixa o Tricolor Gaúcho





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

11/8/2020





10/8/2020