Conmebol recua e derruba regra que proibiria times de Série B de jogarem Libertadores e Copa Sul-Americana


Fonte: ESPN.COM

(Foto: GettyImages)
Durou apenas um dia a mudança de regra feita pela Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), que na última terça-feira anunciou que a participação na Libertadores e na Copa Sul-Americana a partir de 2020 só seria permitida a clubes que estivessem na elite de seus campeonatos nacionais.



Nesta quarta-feira, a organização informou que, após pressão das associações nacionais dos países sul-americanos, resolveu derrubar o polêmico ítem d das novas Condições de Elegibilidade de Clubes.

Dessa forma, times que estejam na Série B (ou até mesmo divisões inferiores) terão autorização para disputar os torneios continentais.

As regras de elegibilidade atualizadas são as seguintes:

a) Ter se classificado para a competição por mérito esportivo

b) Não estão cumprindo uma sanção ou suspensão que a critério da Conmebol o impossibilite de participar da Libertadores ou da Sul-Americana

c) Ter obtido a Licença de Clubes da Conmebol expedida por sua associação membro

d) Emitir em tempo hábil a Carta de Conformidade e Compromisso

Assim, caso o campeão da Copa do Brasil 2019 seja rebaixado no Campeonato Brasileiro 2019, ele não será mais impedido de jogar a Libertadores na próxima temporada, como queria a Conmebol.

Além disso, clubes como Paysandu, Sampaio Corrêa e Juventude, que atualmente militam na Série C, terão permissão para jogar a Libertadores 2020 caso ganhem a Copa do Brasil, mesmo estando no máximo na Série B no ano que vem.

Caso a mudança que a Conmebol planejava estivesse em vigor há alguns anos, o Palmeiras teria sido cortado da Libertadores 2013, por exemplo, já que o Verdão ganhou a Copa do Brasil 2012, mas acabou caindo no Brasileirão 2012.

Dessa forma, o clube palestrino jogou a Libertadores 2013 mesmo estando na Série B.

No futebol nacional, ainda houve casos como os do Santo André e do Paulista de Jundiaí, que foram campeões da Copa do Brasil e jogaram o maior torneio continental da América do Sul, mesmo estando em divisões inferiores em seu próprio país.



A associação que mais reclamou foi a AFA (Associação de Futebol Argentino), principalmente por conta da situação do Tigre. Brasil, Chile e Paraguai também fizeram ligações para reclamar da decisão da Conmebol.


LEIA TAMBÉM: Renato admite preciosismo do Grêmio: 'Exageramos no toque de bola'

LEIA TAMBÉM: Grêmio x Athletico: Renato encaminha time reserva para o confronto

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>

VEJA:
Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos do Grêmio da temporada

Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

22/8/2019






21/8/2019