As três preocupações de Renato no Grêmio


Fonte: Zero Hora

Recuperar Luan, tirar mais de Maicon e consagrar um dublê de Ramiro são aos ajustes a fazer. Funções que, no passado recente, faziam o meio-campo girar lá no alto e conquistar títulos.



Empatar sem gols com o Corinthians no Itaquerão não é problema. Duro é perder duas em casa, Santos e Fluminense. É os reservas não vencerem o Avaí. O Grêmio vai se recuperar na tabela, mas dará tempo de perseguir a ponta, partindo com dois pontos em 12 disputados?



Elogio e critico porque falei antes. Luan aproveitou uma chance de ouro, diante das lesões de Jean Pyerre e Diego Tardelli. Corretíssima a sua escalação. Em algum momento, o Grêmio e Luan têm de se reencontrar.

Ainda falta muito para o padrão rei da América, mas ele fez sua melhor atuação desde que virou reserva com justiça. As duas únicas finalizações de perigo do Grêmio são suas. Uma delas na trave, em cobrança de falta. A outra, em um arremate de fora da área, obrigando Cássio a se esticar e colocar para escanteio.

ENFIM, SEM LEVAR GOLS – Já Walter Montoya pela direita no 4-2-3-1 era crônica de uma morte anunciada, mesmo que a lógica fosse ajudar a marcar Danilo Avelar e Clayson, o lado mais forte do Corinthians, por onde também circula Sornoza.

Ali, o argentino é peixe fora da água. Nem ataca, nem defende. Envereda para o meio sempre. O time fica capenga. Facilitou a vida do Corinthians, cujo DNA é se defender. Fábio Carille congestionou o setor de Everton, anulando o atacante gremista mais decisivo.

Maicon foi poupado. Michel se mexe menos, mas compensou com supremacia aérea e força de contenção. Votei nele para melhor em campo na transmissão da Rádio Gaúcha. De oito duelos pelo alto, ele venceu sete.

A boa notícia é que o time marcou muito melhor coletivamente. Não levou gol em uma partida de Brasileirão, e vinha tomando vários. Desde que Luan sumiu, que Maicon baixou de rendimento e que o dublê de Ramiro não se firmou, a instabilidade virou uma realidade.

Renato tem tempo e crédito para fazer ajustes. Que, resumidamente, são estes três que referi, decisivos para a dinâmica de time.



Grêmio, Renato

Leia também:Libertad é o adversário do Grêmio nas oitavas de final da Copa Libertadores

Leia também:Início irregular no Brasileirão causa incômodo no Grêmio



Comentários



engraçado porque o Marinho nao joga nesse time ruim .

Valdir Backes     

Podem ate contestar mas o Luan foi o melhor jogador do gremio contra o corintians..

Joao Schernn     

Me desculpe sergio de nardi me aponte quem écraque no grêmio hoje cebolinha joga nada jean é um bruno sonéca piorado o maicon grande jogador mas cansa logo o único que sobra é o luan só ta passando uma má fase ele vau voltar a jogar bem só nao podemos queimar i luan agora renato tem que dar ritmo de jogo pra ele porque voçe nao criticou tardeli que ganga mais que luan e parece um pangare cansado.

O cara que compara o luan com o Ronaldinho deve ter merda na cabeça em primeiro lugar o Ronaldinho so nos deu um titulo gaúcho e foi mercenário e mais nada ja o luan 2 Gaúchão 1 libertadores 1 copa do brasil 1 Recopa e não foi mercenário ao dizer não para o spartak

Renato Pilatti     

Engradado q do André ele não falou q Não termos atacantes

Pra quem apoiava jael e critica luan merece um ticao bem atolado no feijoeiro. Luan ontem jogou o basico sozinho ele n vai fazer nada

Sergio De Nardi     

Cacaio, luan é caso perdido, novo Ronaldinho, sem forca, sem garra, troteia dentro de campi, entra pra marcar pir yras, qdo o adversario ja esta indo na direção do gol. Tem que treinar separado, nao concentrar, largsr as festas teago, e outras cositas...um PÁRIA

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

23/5/2019

















22/5/2019