Veja sete jogadores conhecidos que estão sem clube


Fonte: Blog do Jorge Nicola

Michel Bastos é um dos atletas que não joga desde o fim de 2018 (Ide Gomes/Gazeta Press)

Crise no mundo, economia brasileira em baixa, desemprego crescente... Tantas notícias ruins também chegaram ao mundo do futebol e impactaram diversos jogadores nos últimos meses. O Blog fez um levantamento e apresenta aqui sete atletas brasileiros que já fizeram sucesso por aqui ou no exterior e estão sem clube.



A relação conta com Arouca, Michel Bastos, Carlos Alberto, Nilmar, Rafael Moura, Renato Cajá e Fernando Bob. Destes, Michel Bastos e Nilmar já chegaram a disputar Copa do Mundo com a seleção brasileira, enquanto Carlos Alberto colecionou alguns dos mais importantes títulos do planeta.



Talvez, a situação mais inusitada é a de Arouca, tido como uma das estrelas do futebol brasileiro até se mudar para o Palmeiras, quatro anos atrás. Ele defendia o Santos e era pretendido pelos maiores times do país. No último dia 31 de janeiro, chegou ao fim seu vínculo com o Verdão e, sem renovação, o volante ficou sem emprego.

“Já apareceram algumas coisas, mas estamos esperando por boas oportunidades. Não dá para fechar com qualquer clube no desespero”, justifica uma das pessoas mais próximas de Arouca, que tem apenas 32 anos e defendeu, por empréstimo, Atlético-MG e Vitória enquanto pertencia ao Palmeiras.

Michel Bastos é outra “vítima” do fim do contrato com o Alviverde. Seu vínculo terminou em dezembro do ano passado e ninguém no Palmeiras cogitou segurá-lo. O meia, de 35 anos, também não empolgou no Sport, onde esteve por empréstimo no segundo semestre do ano passado - o Leão acabou rebaixado para a Série B.

Um ano mais novo, Nilmar cogita até a aposentadoria se não aparecer um projeto que ele julgue bom. O centroavante não entra em campo há um ano e sete meses, desde que saiu no Santos, devido a uma depressão. Nilmar assegura que está recuperado da doença, que ajuda a explicar os míseros três jogos no Peixe.

Outro centroavante na lista dos desempregados é Rafael Moura, que defendeu o América-MG até a última rodada do Brasileiro de 2018. Aos 35 anos, ele queimou seu filme no Coelho depois de bater boca com três dos últimos quatro técnicos. Foram eles: Adilson Batista, Enderson Moreira e Ricardo Drubscky.

Carlos Alberto, campeão da Champions League e do Mundial da Fifa com o Porto, também procura clube. O meia, de 34 anos, fez quatro partidas no Campeonato Carioca pelo Boavista, embora estivesse bem pesado. Ele não ficará no clube de Saquarema para a disputa da Série D do Brasileiro e aguarda convites.

O meia Renato Cajá, com passagens por Grêmio, Botafogo, Ponte Preta, Vitória, Bahia, entre outros, está à disposição. Ele chegou a fazer 27 jogos, com dois gols, na campanha que valeu acesso ao Goiás para a elite do Brasileirão, em 2018. Mas, optou por não renovar, alegando que precisaria se recuperar de uma tendinite no joelho esquerdo. Desde abril, Cajá está aberto a ofertas.

Por fim, outro ex-ponte-pretano é Fernando Bob. O volante, de 31 anos, foi para os Estados Unidos no ano passado, depois que seu contrato com o Internacional acabou. Bob defendeu o Minnesota United, mas só fez sete jogos e já está de volta ao Brasil, em busca de contatos.



OS DESEMPREGADOS:

AROUCA (32 anos)


- não joga desde 14 de novembro e sua última partida foi pelo Vitória. Durante a Série A, fez 11 jogos e não marcou gols.

- contrato com o Palmeiras terminou no último dia 31 de janeiro, depois de após 4 anos.

-já defendeu Fluminense, São Paulo, Santos, Atlético-MG, Vitória e Palmeiras

MICHEL BASTOS (35 anos)

- não joga desde 26 de novembro, pelo Sport. Na Série A, esteve em campo 15 vezes e não marcou gols.

- contratado em 2017 pelo Palmeiras, após passagem barulhenta no São Paulo. Nos dois anos de Alviverde, disputou 43 partidas e marcou apenas dois gols.

- Na carreira, ainda defendeu Figueirense, Roma, Lille, Lyon, Schalke 04, Al Ain, São Paulo, Palmeiras e Sport

RAFAEL MOURA (35 anos)

– não joga desde 2 de dezembro, após a queda do América-MG para a Série B do Brasileiro.

- Marcos Salum, presidente do América-MG, disse que Rafael Moura não cumpre as exigências dos técnicos e, por isso, se envolveu em confusão com Enderson Moreira, Ricardo Drubscky e Adilson Batista.

- Esteve em Atlético-MG, Inter, Fluminense, Goiás, Atlético-PR, Corinthians, Lorient, entre outros

NILMAR (34 anos)

- não joga há 1 ano e 7 meses, desde que saiu do Santos. Por lá, ficou só três meses, tendo jogado duas partidas e só 39 minutos.

Grêmio, Sete, Jogadores, Clube




LEIA TAMBÉM:Grêmio fecha trabalhos para a retomada no Brasileirão

LEIA TAMBÉM:Léo Moura cobra Grêmio com mais imposição para recuperar respeito dos adversários na Arena

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>

VEJA:
Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos do Grêmio da temporada

Comentários



Eu acho que nem um, ja com idade avançada e teria que ter muito tempo pra recuperar tipo que nem André demorar pra engrenar e se engrenar né.

Elias Ribeiro     

O unico que PODERIA vir seria o Arouca pra volante reserva ne o unico e TALVEZ eu disse TALVEZ né o Nilmar pra reserva pra fazer gols que os centoavantes aqui nao estao fazendo mais talvez ne.

Luiz Abreu     

Só problema.....

Edson Leivas     

Será que serveria algum jogador para o grêmio

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

22/7/2019












21/7/2019