Como rival do Grêmio foi de nanico na América a incomodar potências e sonhar alto


Fonte: FOX Sports

Em entrevista exclusiva ao FOXSports.com.br, o ex-atacante do Libertad-PAR Juan Samudio lembrou da mudança de postura que a equipe teve após o rebaixamento em 1998.



Da inspiração vinda de um movimento estudantil liderado por 15 jovens aos gramados. Esses são apenas alguns pequenos detalhes dos 113 anos de história que circundam o Libertad, popularmente considerado um dos três grandes clubes do Paraguai.



Neste ano de 2019, a equipe da capital Assunção vem surpreendendo muita gente quando o assunto é a disputa da atual edição da Conmebol Libertadores 2019, muito pelo fato de já estar classificada para a fase do mata-mata com duas rodadas de antecedência, mas também por ainda não ter perdido nenhuma partida sequer até aqui.

Algo que para os Repolleros – apelido do Libertad no país – também é sinônimo de superação. Nesta terça-feira (23 de abril), eles serão os adversários do Grêmio pela 5ª rodada da fase de grupos, em partida que terá transmissão ao vivo e exclusivo do FOX Sports a partir das 18h30.


Na última rodada da fase de grupos (4ª), a equipe paraguaia venceu a Universidad Católica em pleno Chile de virada por 3 a 2, selou a sua classificação antecipada para o mata-mata da Libertadores, e ainda somou a sua quarta vitória seguida, sendo, ao lado do seu compatriota Cerro Porteño, a única equipe com 100% de aproveitamento até aqui na competição. A boa campanha é motivo de festa para os torcedores mais apaixonados do Libertad, que já tiveram que se contentar com muito menos em águas passadas.

Apesar de ser um dos mais antigos do país, o clube só disputou a sua primeira competição internacional em 1952, na antiga Copa Rio. Na época, a equipe liderava o Campeonato Paraguaio e por isso se juntou a Peñarol-URU, Grasshopper-SUI, Fluminense, Sporting Lisboa-POR, Saarbrücken-ALE, Corinthians e Áustria Viena para a disputa, mas sequer avançou às fases finais por conta da campanha de duas derrotas e uma única vitória na fase de grupos.


Na Libertadores, a história só começou em 1968, com uma campanha onde não conseguiu avançar da primeira fase, com quatro derrotas, um empate e uma única derrota. Apenas 38 anos mais tarde, em 2006, a equipe chegaria ao mata-mata, caindo nas semifinais para o Internacional, futuro campeão daquela edição. Nesse meio tempo, os paraguaios passariam por um capítulo sombrio: o rebaixamento em 1998, que foi um verdadeiro divisor de águas na sua história.

E ninguém melhor do que alguém que fez parte desse capítulo para contar essa história. Em entrevista ao FOXSports.com.br, Juan Samudio, um dos maiores ídolos da história do Libertad, e que hoje é técnico do Sub-18 da equipe, relembrou o antes e depois do clube entre o fim da década de 1990 e o início dos anos 2000, justificando a sua importância na mudança de mentalidade que a equipe teve após o seu primeiro e único rebaixamento.


Apesar de ter deixado o clube após o descenso, Samudio retornou ao Libertad assim que a volta à elite foi confirmada. Foram nove dos seus 40 anos passados no profissional da equipe. E no seu retorno, a certeza de que algo havia mudado desde a queda para a Série B.

“Eu fui parte do clube antes dos anos 2000 e depois dos anos 2000. Fiz parte de uma história rica depois dos anos 2000, e antes disso, de um período pobre, no aspecto econômico e futebolístico também. Tivemos uma mancha muito grande na nossa história que foi o rebaixamento em 1998. Logo depois dos anos 2000, voltamos à primeira divisão e fizemos grandes contratações de jogadores, chegaram grandes dirigentes, que reergueram o Libertad, que hoje em dia floresce com um dos maiores clubes da América do Sul, se tratando de resultados, pela seriedade com que o clube e seus jogadores disputam cada competição, tanto internacionais, quanto locais”, lembrou o ex-jogador.

Após o retorno à elite, o Libertad passou a ciscar objetivos maiores. Cresceu no panorama internacional, chegando a participar de 11 Libertadores seguidas – entre 2003 e 2013 -, e ainda sendo semifinalista duas vezes na Conmebol Sul-Americana (2013 e 2017). E nacionalmente também, com 12 títulos conquistados dos anos 2000 até aqui, superando os seus rivais Olimpia a Cerro.

E para Samudio, a mudança de filosofia do clube, que também passou a investir mais nas suas categorias de base, é um dos motivos pelos quais hoje o Libertad consegue encarar de frente algumas das principais potências do futebol sul-americano, a exemplo do Grêmio, que derrotou em Porto Alegre por 1 a 0, na segunda rodada da atual fase de grupos.

“A partir dos anos 2000, quando o Libertad voltou para a primeira divisão, houve uma reforma na gestão do clube e passou-se a priorizar as categorias de base. A partir daí, o Libertad deu um passo à frente, apostou nos seus jovens e formou jogadores, colhendo frutos. Hoje, esses jogadores, ou estão brilhando no exterior, ou em outros clubes, e até mesmo no time principal. Iván Franco, Matías Espinoza, Jorge Recalde...são jogadores que fazem a diferença e que tivemos a sorte de tê-los nas categorias de base, trazendo-nos bons frutos”, prosseguiu Samudio, que ainda colocou a atual equipe do Libertad como candidata a uma vaga na final desta edição da Libertadores.

“Obviamente que a história pesa numa equipe, e nós nunca chegamos a uma final (da Libertadores), mas creio que o nosso momento nos permite sonhar em chegar desta vez. Depois de muito tempo, o Libertad conseguiu formar um grupo tão bom de jogadores, de experiência, jovens, e sobretudo formados em casa. Isso para mim é algo importante porque, na hora de deixar a vida em campo, os jogadores que cresceram no clube, fazem com mais firmeza, vontade, com maior sede de glória. É um ponto a favor do Libertad e tenho certeza que, na próxima fase, que para muitos é quando a competição começa de verdade, o Libertad terá essa vontade que todo clube precisa para chegar à final”, completou.



Grêmio, Libertad, Libertadores
Crédito da imagem: divulgação/ Club Libertad

LEIA TAMBÉM: Grêmio se reapresenta com treino fechado e inicia concentração para pegar o Palmeiras

LEIA TAMBÉM: Renato diz que empate foi merecido e já projeta decisão com Palmeiras: "Eles são letais"

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>

VEJA:
Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos do Grêmio da temporada

Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

19/8/2019





18/8/2019