Festa de encerramento do Gauchão ocorre sem representantes do Inter e com sorridente Renato Portaluppi

Presença de treinador do Grêmio é fato inédito em conquistas do Tricolor; quatro atletas do Colorado foram premiados na seleção do campeonato


Fonte: Lance!

Depois da emocionante decisão da última quarta-feira (17), a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) realizou a tradicional festa de encerramento onde concede os prêmios individuais e coletivos aos participantes da edição 2019. E os elementos que mais chamaram a atenção na cerimônia ficaram por conta de Renato Portaluppi e do vice-campeão do torneio, o Internacional.



Por parte do comandante gremista, chamou a atenção o simples fato de ele estar presente na festividade, elemento raro em toda e qualquer celebração de conquista desde que o mesmo reassumiu o comando do Tricolor em 2016. O mesmo ainda brincou com a situação dizendo que, mediante a adrenalina da conquista sobre o maior rival, ainda não tinha conseguido ter um sono tranquilo:



- Estou cansado. Não descansei. Estou virado. Adrenalina muito grande. Até porque o estresse do treinador é muito grande. É desgastante, emocionante. É bom. Principalmente com final feliz. Na hora que eu dormir, pode ter certeza que vai ser por umas 40 horas.

Outro ponto que acabou chamando a atenção foi a ausência de qualquer representante do Colorado mesmo com o fato de que três atletas do elenco de Odair Hellmann (os meio-campistas Edenílson e Rodrigo Dourado além do atacante Nico López) terem sido inseridos na seleção da competição. A taça de vice-campeão que poderia ser recebida no evento, já que foi deixada na Arena junto com as medalhas do segundo lugar, novamente permaneceu sob o poder da Federação Gaúcha.

Além da seleção, foi revelado também o gol mais bonito do torneio onde o avante do Imortal, Felipe Vizeu, com o tento feito diante do Avenida, levou o prêmio. Como a revelação do campeonato, o escolhido foi o também gremista Matheus Henrique.

Confira abaixo como ficou a seleção do Gauchão 2019:

Paulo Victor (Grêmio); Leonardo (Grêmio), Geromel (Grêmio), Kannemann (Grêmio) e Samuel (Caxias); Rodrigo Dourado (Internacional), Matheus Henrique (Grêmio), Rafael Gava (Caxias) e Edenílson (Internacional); Everton (Grêmio) e Nico López (Internacional).



Grêmio, campeão, festa do gauchão, seleção

Leia também:Libertad é o adversário do Grêmio nas oitavas de final da Copa Libertadores

Leia também:Início irregular no Brasileirão causa incômodo no Grêmio



Comentários



Carlos Saquette     

São soberbos, recalcados. Não sabem perder. Não reconhecem quando o adversário é superior. A maior decepção deles foi com o Guerrero, acreditavam que o cara ia fazer estrago na zaga hremista

Que ante futebol, o inter não precisava fazer isso,ficou muito feio

Alexandre Souza     

Isso aí é coisa de time, direção e treinador que não respeitam um campeonato não sabem perder tem que ser rebaixado pra segunda divisão pra der respeito com os outros clubes

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

23/5/2019

















22/5/2019