Médico diz se Renato Gaúcho terá que mudar postura como treinador após cirurgia

Em entrevista coletiva, Leandro Zimmermann afirmou que o procedimento para corrigir a arritmia cardíaca do treinador não deve afetá-lo nas suas atividades


Fonte: FOX Sports

Na manhã deste sábado (5 de janeiro) o técnico Renato Gaúcho foi submetido a uma cirurgia para tratar de uma arritmia cardíaca. Após o procedimento, realizado em Porto Alegre, o médico responsável, Leandro Zimmermann, falou sobre o andamento da operação e a classificou como bem-sucedida, com o treinador podendo retornar normalmente às suas atividades em uma semana.



Durante a coletiva de imprensa, dada no próprio hospital, o grande questionamento foi se com o procedimento cirúrgico, Renato terá, de alguma forma, que mudar a sua postura dentro das quatro linhas, uma vez que a função de treinador é bastante estressante, podendo assim trazer algum prejuízo à sua saúde. Zimmermann negou, e explicou o quadro do comandante do Grêmio.



"É algo que, eventualmente, poderia trazer mais problemas no futuro, na questão de se sentir mal e de outros riscos. O procedimento foi absolutamente tranquilo, não teve nenhum problema, o resultado foi muito bom. Está acordado, conversando, brincando. O Renato está bem. Deve passar as próximas 24h na UTI, estando bem, vai para o quarto, fica mais 24h, e dentro da rotina, daqui a dois dias deve ter alta", começou explicando o médico.



"Ele poderá ser o mesmo e, se acontecer de ter novamente a arritmia, nós vamos tratar de novo. Quero separar coisas que têm alto risco de morte súbita, infarto, que são coisas nas quais a nossa recomendação é, se você corre risco de vida, não pode mais fazer isso, versus uma arritmia que não tem esse risco, que se acontecer, a gente pode tratar de novo. É uma arritmia. Objetivamente falando, não vou dizer isso para ele”, completou.



Grêmio, cirurgia, Renato Portaluppi

Comentários



Janete Sanson     

Gremistas unidos para superar mais essa jogada da vida.FORÇA GUERREIRO.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

19/1/2019
















18/1/2019