Grêmio mantém apenas quatro titulares do time que decidiu Libertadores em 2017

Processo de reformulação iniciado ao término do Mundial mantém Marcelo Grohe, Geromel, Bruno Cortez e Luan dos que começaram a vitória por 2 a 1 sobre o Lanús


Fonte: Globo Esporte

O time do Grêmio eternizado em 29 de novembro do ano passado está cada vez mais perto de ficar apenas na memória dos tricolores. Com as saídas de Bressan e Ramiro para FC Dallas (EUA) e Corinthians, respectivamente, restam no elenco quatro dos 11 jogadores que iniciaram a vitória por 2 a 1 sobre o Lanús, no segundo jogo da final da Libertadores de 2017.



Do atual grupo de Renato Gaúcho, permanecem Marcelo Grohe, Geromel, Bruno Cortez e Luan. É bem verdade que, na decisão, Bressan atuou no lugar de Kannemann, suspenso. Assim, levada em conta a formação considerada ideal, o número de remanescentes do tri da América vai a cinco.



O Grêmio entrou em campo no segundo jogo da final da Libertadores, contra o Lanús, com: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Bressan e Cortez; Jaílson, Arthur, Ramiro, Luan e Fernandinho; Barrios.
Os motivos para a remodelação em um ano são os mais variados: ropostas irrecusáveis, interesse do atleta em mudar de ares e mesmo falta de interesse em renovar o vínculo para mais um período em Porto Alegre.

Bressan perdeu espaço após a queda tricolor no torneio continental desta temporada para o River Plate. Já o volante, uma das figuras de confiança de Renato Gaúcho, seguiu como titular até o final do Brasileirão, mas sem repetir as atuações de outrora.

Ramiro e Bressan somam-se a Edílson, Jailson, Arthur, Barrios e Fernandinho. O lateral trocou o Grêmio pelo Cruzeiro no início de 2018. No mesmo período, os dois atacantes deixaram o clube rumo ao exterior. O argentino seguiu para o Argentinos Juniors – atualmente está no Colo Colo. Já Fernandinho partiu para Chongqing Lifan, da China. Já os volantes seguiram no meio da temporada para a Europa: Arthur no Barcelona, e Jailson no Fenerbahçe.

Outros campeões da América também não seguirão no Grêmio. Douglas já se despediu do clube, enquanto Cícero dificilmente renovará. Há a situação de Everton. Principal jogador do Grêmio nesta temporada, já teve seu nome ligado a Manchester City e United. Por outro lado, Léo Moura renovou contrato até o fim de 2019 na sexta-feira.

No balcão de chegadas, o Tricolor mantém as conversas com o Cruzeiro para tentar a contratação de Thiago Neves. As tratativas continuam, mesmo após um pessimismo interno entre os gaúchos. Outro nome que surgiu para os setores mais avançados é Marquinhos Gabriel, que pertence ao Corinthians mas está emprestado ao Al-Nasr, dos Emirados Árabes.


Barrios deixou o Grêmio após derrota para o Real Madrid

O uruguaio Guillermo Varela, do Peñarol, foi observado para a lateral direita durante o ano. Mas, segundo o executivo André Zanotta, não há um avanço para ganhar status de negociação. O Tricolor também estaria de olho em Marcos Rocha, do Atlético-MG.


Grêmio, Libertadores, Mundial

Comentários



Mario Karlinski     

Não renovaram ano passado com Edilson, temos 3 lateral direito, com salario desses, era melhor ter ficado com o cara. Quem é Dourado, Maicom vou te dizer: é aquele que o Edilson encheu de tapa na cara, e nenhum compenheiro dele teve coragem de encarar. Kk

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

19/1/2019














18/1/2019