Grêmio escapa de punição, mas ainda será julgado no STJD


Fonte: Terra

O departamento jurídico do Grêmio conseguiu reverter uma punição de perda de mando de campo de três partidas. O clube foi julgado no STJD devido a um sinalizador que foi aceso pelos torcedores do Grêmio na partida contra o São Paulo, no Estádio do Morumbi. O fato foi relatado em súmula pela arbitragem.

“Foi uma situação muito difícil, nós estivemos próximos de perder o mando de campo por três partidas e receber uma multa de R$ 20 mil. Como houve empate entre os auditores, um votou pela perda de mando de campo, outro pela multa de R$ 20 mil e o terceiro pela punição de multa de R$ 5 mil. Neste caso prevalece a punição menor, mas é preciso dizer que os auditores já disseram que irão recorrer da decisão e o Grêmio vai voltar a ser julgado neste caso”, destacou o advogado gremista Gabriel Vieira.

Além do recurso, que deverá ser julgado nos próximos dias, o Grêmio terá que enfrentar mais um julgamento por comportamento indevido de parte de alguns dos seus torcedores.

Na partida contra o Palmeiras, disputada no estádio Alfredo Jaconi, mas com o mando de campo do Grêmio, um torcedor do gremista arremessou uma laranja para dentro do gramado, que também foi relatado em súmula pela arbitragem.

“Este julgamento deve acontecer nos próximos dias. Infelizmente o Grêmio é reincidente e corre sérios riscos de ser punido no STJD. Vamos trabalhar para tentar minimizar estas punições, mas o torcedor precisa ajudar”, destacou Gabriel Vieira.

VEJA TAMBÉM
- A relação está desgastada e devem sair; Diogo Barbosa e +2 estão por um fio no Grêmio
- Ficou bem claro que ele quer...; Bomba de última hora sobre Aránguiz vaza ao Grêmio
- Quentinha sobre o futuro de Tetê chega de imediato ao Grêmio, que é prejudicado no mercado e fica sem lucrar





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

27/1/2023
































26/1/2023