Barcos cai de rendimento, e média de gols no Brasileiro se iguala à de 2013

Com 0,24 gol por partida, atacante tem pior desempenho como artilheiro do Grêmio desde 2010. Direção foca em reforços para setor ofensivo


Fonte: Globoesporte.com

Torcida cobra gols de Barcos: atacante não marca há cinco jogos (Foto: Reprodução SporTV)

Barcos entrou de férias em má fase. Apesar dos 17 gols na temporada, o artilheiro do Grêmio no ano tem apenas dois tentos nas oito rodadas em que esteve em campo no Brasileirão. Sem marcar há cinco jogos, o Pirata desgastou a relação com a torcida com as chances perdidas nas últimas partidas. O desempenho do centroavante no Nacional se equipara à campanha apresentada em 2013, quando balançou as redes nove vezes em 37 partidas: média de 0,2 por atuação.

As estatísticas no ano, porém, dão aporte para a credibilidade do argentino junto ao grupo. O capitão da equipe mantém média de 0,58 gol por partida no ano, número que sobe para 0,7, sem contar suas atuações no Brasileirão. É justamente por seu desempenho no Nacional que o jogador é cobrado. Afinal, é dele o pior retrospecto entre os artilheiros da equipe no campeonato, desde 2010, quando Jonas foi o goleador da competição, com 23 tentos.

Sem um atacante decisivo desde então, a diretoria do Grêmio não esconde a busca por reforços do setor ofensivo durante a Copa do Mundo. Um atacante e um meio-campista são as metas.

Especulado como reforço do clube em 2012, o meia Giuliano, ex-Inter, do Dnipro, voltou à pauta das negociações do Tricolor. A contratação do jogador é negada por Rui Costa. O diretor executivo ressalta que o preço é o principal impecilho para o negócio.

- O Grêmio já fez algumas negociações com investidores, fez várias parcerias, mas não acontece a toda hora. Não é fácil. Temos que usar a criatividade - argumentou, descartando, até então, a contratação de Giuliano, e também aproximação de um novo parceiro que poderia contribuir com o acerto.

O dirigente ressalta a necessidade de buscar contratações “pontuais” para o resto do ano e afirma estar trabalhando intensamente para tentar fechar o grupo durante a pausa para a Copa do Mundo. Tanto que foi um dos últimos a deixar o Estádio Olímpico na noite da quinta-feira.

Enquanto os próximos contratados não desembarcam em Porto Alegre, a diretoria vê nos jogadores da categoria de base um esteio para o segundo semestre. É o caso de Lucas Coelho, reserva de Barcos em 2014.

- Para centroavante, temos o Lucas, que ainda vai crescer muito - analisa o presidente do clube, Fábio Koff.



Lucas Coelho tem o respaldo de Fábio Koff para o segundo semestre (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

O garoto Éverton, 18 anos, foi bem no Gauchão deste ano, quando marcou dois gols, e também é uma aposta.

- A decisão é única do treinador, mas a expectativa de todo mundo é que o Everton ganhe oportunidades – salienta o coordenador das categorias de base, Júnior Chavare.

Enquanto a diretoria trabalha em busca de reforços, os jogadores permanecem de férias até o próximo dia 16. O Grêmio realiza a intertemporada em Porto Alegre e deve fazer dois amistosos no Paraná antes da retomada do Brasileirão.

Grêmio decide rescindir contrato de André e centroavante deixa o Tricolor; veja a nota

Obrigado, Everton! Rumo ao Benfica, deixe sua mensagem de boa sorte ao atacante que deixa o Tricolor Gaúcho





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

8/8/2020










7/8/2020