[COPA 2014]Seleção chega a hotel em São Paulo com festa e

Cerca de 30 fãs fazem barulho na entrada, mas têm pouco contato com jogadores Meio-campista do Inter de Milão vê camisa do São Paulo, sorri e tira fotos


Fonte: Globoesporte.com

Hernanes: "selfie" e autógrafo para a são-paulina Viviane (Foto: Editoria de Arte)

Depois de uma recepção tímida no aeroporto de Congonhas, a delegação da seleção brasileira teve contato mínimo com fãs e torcedores na chegada do hotel em São Paulo, por volta das 19h desta quinta-feira, véspera do amistoso desta sexta contra a Sérvia, no Morumbi. Após muita espera, cerca de 30 fãs puderam ficar no estacionamento e ver a chegada dos ídolos, que entraram rapidamente no saguão e foram para seus quartos. A exceção foi o meio-campista Hernanes, que foi chamado por uma torcedora com a camisa do São Paulo, parou, deu autógrafos e fez uma "selfie" com a fã.

Viviane Pereira Diniz, de 19 anos, foi quem despertou a atenção do jogador do Inter de Milão. Calmamente, ele caminhou até a gritaria organizada pelas meninas, autografou a camisa do Tricolor e conversou com a fã antes de seguir o caminho dos colegas.

- Um amigo meu é próximo do Hernanes e avisou que teria uma torcedora com a camisa do São Paulo no hotel. Gritei muito, ele viu e deve ter se lembrado. Desejei boa sorte, ele agradeceu e foi embora – contou Viviane.

Neymar foi um dos primeiros a descer do ônibus e apenas acenou para as torcedoras, que gritavam seu nome – o meia Bernard foi outro assediado. Dentro do hotel, o zagueiro David Luiz atendeu alguns VIPs, que ganharam promoção de uma patrocinadora da Seleção e ficaram estrategicamente posicionados ao lado do elevador.

Os jogadores subiram para os quartos e minutos depois foram para o jantar. Neste momento, o meia Oscar se juntou aos companheiros e vai reforçar a equipe no amistoso. Ele havia sido liberado do treino da manhã para acompanhar o nascimento da filha, em Campinas, e chegou ao hotel minutos depois do restante do elenco, por um portão alternativo e longe do alcance dos fãs.


Neymar acena na chegada ao hotel; criançada observa, e mães tiram fotos (Foto: Marcos Ribolli)

Com grande operação de segurança, o desembarque durou menos de dez minutos. No total, foram 150 policiais militares e 35 homens do Exército envolvidos na proteção à seleção brasileira. O amistoso com a Sérvia é o último do Brasil antes da estreia na Copa do Mundo, dia 12, contra a Croácia, na Arena Corinthians.

Nesta sexta-feira, o Brasil enfrenta a Sérvia no Morumbi, no último amistoso preparatório antes da estreia na Copa do Mundo, dia 12, na Arena Corinthians, contra a Croácia.


Marcelo, seguido por William, na chegada ao hotel da Seleção (Foto: Marcos Ribolli)


Fred faz sinal de positivo na chegada ao hotel (Foto: Marcos Ribolli)

LEIA TAMBÉM: CBF: Renato visa no mínimo G-6 do Brasileirão, mas salienta: "Não faço contas"

LEIA TAMBÉM: Vitória contra o Palmeiras serão exemplos para virada tricolor no Maracanã

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>



Comentários




Leia também

14/10/2019


13/10/2019