Ex-Grêmio e ex-Vasco marcam em vitória do Chile sobre a Irlanda do Norte


Fonte: Terra

A seleção do Chile venceu a Irlanda do Norte, por 2 a 0, em seu último amistoso antes da Copa do Mundo, disputado nesta quarta-feira na cidade de Valparaíso, com gols de Pinilla, ex-Vasco, e Vargas, que teve passagem pelo Grêmio, além da boa atuação do palmeirense Valdivia.

A entrada de Alexis Sánchez e Eduardo Vargas no segundo tempo decidiu o duelo a favor dos chilenos que, durante boa parte do jogo, sofreram para furar a retranca da equipe europeia.

A grande surpresa da noite foi o retorno do volante Arturo Vidal, da Juventus italiana, que foi operado no joelho no dia 7 de maio e esteve ameaçado de participar do Mundial.

O meia palmeirense Jorge Valdivia, que não entrou em campo no último amistoso por problemas físicos, se mostrou muito participativo desde o início, organizando e distribuindo o jogo pelos lados do campo.

A primeira chance chilena foi aos 19 minutos, com Valdivia lançando Eugenio "Mena", que cruzou rasteiro, mas Esteban Paredes não conseguiu chegar.

Um minuto depois, a Irlanda do Norte teve a melhor oportunidade do primeiro tempo, com uma cabeçada de Conor MCLaughlin que exigiu grande defesa do goleiro Johnny Herrera.

Já no segundo tempo, Valdivia teve a chance de marcar um golaço com um chute de fora da área no ângulo oposto, mas o goleiro Roy Carroll se esticou todo para fazer uma defesa espetacular.

Faltando 30 minutos para o fim da partida, o técnico argentino Jorge Sampaoli colocou Alexis Sánchez e Eduardo Vargas em campo, os atacantes titulares na Copa, e o Chile melhorou consideravelmente.

Aos 18 minutos, Valdivia acertou a trave com uma cabeçada. No rebote, Díaz emendou outra finalização, mas a bola desviou em um adversário.

Quando Arturo Vidal entrou em campo, no lugar do ídolo palmeirense, faltando pouco mais de dez minutos para o fim da partida, os torcedores chilenos vibraram bastante. Logo depois, saíram os gols do time da casa.

Alexis Sánchez levantou para Vargas, que superou Carroll com uma cabeçada. Pouco tempo depois, o ex-vascaíno Pinilla, que tinha entrado poucos minutos antes, recebeu dentro da área de Alexis Sánchez e colocou por baixo das pernas do goleiro norte-irlandês.

O Chile viaja nesta quinta-feira para Belo Horizonte, onde estabelecerá seu quartel-general durante a Copa. Os sul-americanos estão no Grupo B da competição, junto com Espanha, Holanda e Austrália e estreiam na sexta-feira, dia 13, contra os últimos na Arena Pantanal, em Cuiabá.

- Ficha técnica:.

2. Chile: Johnny Herrera; Gary Medel (Mauricio Pinilla), Francisco Silva e José Rojas; Mauricio Isla, Marcelo Díaz (Felipe Gutiérrez), Carlos Carmona (Charles Aránguiz), Eugenio "Mena" e Jorge Valdivia (Arturo Vidal); Fabián Orellana (Alexis Sánchez) e Esteban Paredes (Eduardo Vargas). Técnico: Jorge Sampaoli.

0. Irlanda do Norte: Roy Carroll; Aaron Hugues, Conor MCLaughlin, Luke McCullough, Corry Evans e Steven Davis; Samuel Clingan (Paton), Shane Ferguson e Oliver Norwood; Ryan MCLaughlin (Niall McGinn) e William McKay (Josh Magennis). Técnico: Michael O'Neill.

Gols: Eduardo Vargas (33 min. 2º tempo) e Mauricio Pinilla (36 min. 2º tempo).

Árbitro: O paraguaio Carlos Amarilla mostrou cartão amarelo para Carroll e Magennis, da Irlanda do Norte, e a Díaz e Medel, do Chile.

Incidências: Amistoso jogado no estádio Elías Figueroa, de Valparaíso, diante de 22 mil espectadores.

Grêmio divulga balanço financeiro dos meses de janeiro a março de 2020

Leia também: Grêmio quer fatia de R 120 milhões milhões de parceiros para vender Cebolinha ao Napoli





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

24/5/2020









23/5/2020