Grêmio tem desafio de alavancar Arena

Principal objetivo do clube será elevar média de público


Fonte: Correio do Povo

Passada a assinatura do terceiro aditivo, concomitante à negociação para o repasse da Arena, o desafio é finalmente alavancar todo o potencial. Abrigar os estabelecimentos comerciais, vender os naming rights e, principalmente, elevar a média de público. Projetos que ficaram apenas no papel nos 17 meses iniciais.

A projeção, extremamente otimista, era que o estádio alcançasse médias avassaladoras, dignas do futebol europeu. A presença de público não baixaria da casa dos 40 mil mesmo no Gauchão. Talvez esses números sejam utópicos, mas o desafio é aumentar a média atual. Baratear o preço dos ingressos e aumentar as promoções estão entre as alternativas.

"Vamos reunir o Conselho da Arena e debater. É um modelo novo. Temos referência apenas da Europa e África do Sul, agora precisamos encontrar a do Brasil. Com promoções, a gente colocou 46 mil contra o San Lorenzo e 30 mil contra o Fluminense, logo após a eliminação na Libertadores. O preço é realmente alto, mas precisamos encontrar a melhor solução", destaca o presidente da Arena Porto-Alegrense, Geraldo Corrêa.

Grêmio divulga balanço financeiro dos meses de janeiro a março de 2020

Leia também: Grêmio quer fatia de R 120 milhões milhões de parceiros para vender Cebolinha ao Napoli





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

24/5/2020









23/5/2020