Renato cobra equipe por empate e defende JP Galvão após vaias da torcida.

Desempenho insatisfatório do Grêmio e críticas de Renato após empate em casa contra o São Luiz.


Fonte: -

Renato cobra equipe por empate e defende JP Galvão após vaias da torcida.

O Grêmio tropeçou dentro de casa e ficou apenas no empate em 1 a 1 diante do São Luiz, na tarde deste sábado. Após a partida, Renato deixou claro sua insatisfação com a atuação da equipe e saiu em defesa de JP Galvão, que deixou o gramado sob vaias. O técnico não gostou nada da amostragem que teve da sua equipe dentro da Arena. O comandante reconheceu a atuação ruim, disse que o calor não foi desculpa e revelou cobranças aos jogadores no vestiário.

"Não gostei. Nem poderia ser diferente. Já conversei com o grupo. Tenho que cobrar algumas coisas. Acho que ninguém gostou da equipe hoje. Perdemos dois pontos importantes, com todo respeito ao adversário. São cobranças que eu faço com o grupo - lamentou. Concordo que estava muito quente hoje, mas não é desculpa pra jogar mal. Se for colocar no papel, o São Luiz jogou na quarta e nós na terça-feira. Eles viajaram seis ou sete horas, nós não. Tivemos um dia a mais de recuperação. Essa desculpa não vai colar. É uma cobrança minha com o grupo. Não é desculpa para mim. Se alguém pode se queixar com cansaço hoje, é o São Luiz, e eles vieram aqui e correram. Não tem desculpa" - completou Renato.

Renato Portaluppi em empate do Grêmio com o São Luiz — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Crédito: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

No empate deste sábado, JP Galvão acabou desperdiçando algumas oportunidades. O treinador chegou a destacar uma em específico, em que o atacante dribla o zagueiro, mas finaliza para fora. Mesmo com sequência no time titular, o atacante ainda não convenceu a torcida. Por conta das chances perdidas nesta tarde, deixou o gramado no segundo tempo sob vaias vindo da arquibancada. O comandante gremista saiu em defesa do atleta.

"O Galvão faz parte do grupo do Grêmio. Eu concordo em algumas coisas com vocês e discordo em outras. Hoje ninguém esteve bem. O Galvão teve uma chance cara a cara com o goleiro. Ele foi criticado por alguns porque a bola não entrou, mas ele fez a jogada certa, tirou a bola demais e saiu. Ele esteve no mesmo nível dos demais jogadores e o Grêmio não jogou bem. Aqui no sul tem a mania de quando se persegue um jogador, ele tem que sair do clube. A crítica é válida quando o jogador não está bem, mas não é bem assim. O trabalho do treinador é recuperar o jogador" - defendeu Renato.

O Grêmio se reapresenta neste domingo para iniciar a preparação antes do próximo compromisso. Na quarta, a comissão técnica vai mandar um time alternativo para encarar o Ypiranga, no estádio Colosso da Lagoa, em Erechim.



VEJA TAMBÉM
- Grêmio negocia com Rodrigo Caio e Renato comenta paralisação após chuvas no Sul
- O futebol não tem coração
- Detalhes da Camisa III do Grêmio para a Temporada 2024






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

24/5/2024

23/5/2024