Cria de quebrada: 11 jogadores promissores da Copinha 2023

Mesmo com o término da competição, a esperança é que algumas promessas apareçam ao longo do ano na categoria profissional


Fonte: https://www.terra.com.

A Copa São Paulo de Futebol Júnior 2023 se encerra nesta quarta-feira (25), no dia do aniversário de 469 anos da cidade de São Paulo. A final será entre Palmeiras, que defende o título, e América Mineiro. Ambos os clubes estão 100% no torneio.


Mesmo com o término da competição, a esperança é de que alguns nomes apareçam ao longo do ano na categoria profissional do futebol brasileiro. Exemplos de sucesso não faltam. Última revelação da Copinha, eleito craque da competição em 2022, Endrick, do Palmeiras, já está vendido ao Real Madrid, da Espanha. Gabriel Martinelli é outro exemplo: brilhou na edição de 2019 e esteve no elenco do Brasil na Copa do Mundo do Catar.

O Visão do Corre separou abaixo promessas dos principais clubes do Brasil que participaram da Copinha 2023.

Luis Guilherme, meia-atacante do Palmeiras

Depois de Endrick, Luis Guilherme era o nome da vez na base do Palmeiras. O 2022 do meia-atacante foi de destaque, com quatro títulos conquistados e gols decisivos marcados. Luis é um armador que consegue jogar pelas pontas, se destacando com velocidade e arrancadas. No entanto, o jogador foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-20 após duas partidas pela Copinha.

Pedrinho, meia-atacante do São Paulo

Pedrinho é uma das principais promessas da base são-paulina. Em 2022, na disputa da Copinha, o meia sofreu uma lesão no joelho que o tirou dos gramados. Ele era o camisa 10 do Tricolor naquela edição, tendo marcado dois gols. Pedrinho se destaca por visão de jogo, toque na bola e agilidade. Ele é forte candidato a ser promovido ao elenco principal após ter disputado a Copinha.

Pedro, meia-atacante do Corinthians

O meia-atacante do Timão é considerado uma das principais joias da base do clube. Com passagens pela seleção, Pedro disputou a sua segunda Copinha. O jovem também forma uma interessante dupla com Endrick, seu amigo, com a camisa do Brasil.

Deivid, atacante do Santos

Dono de uma multa rescisória no valor de R$ 100 milhões, o atacante Deivid é o jogador a se ficar de olho no Santos, celeiro de craques na base. Sua última temporada no Peixe foi de destaque. O centroavante foi artilheiro do Paulista sub-17 com 19 gols, somando 35 marcados ao longo do ano.

Ryan Luka, atacante do Flamengo

O atacante de 19 anos e 1,86m disputou sua segunda Copinha como uma das principais apostas do Flamengo. O goleador chegou ao clube com 12 anos e jogava como meia, mas com o tempo se descobriu como homem de área. O bom desempenho lhe rendeu convocações para a seleção brasileira na base e chances no time profissional – quatro jogos no total, nas temporadas 2021 e 2022.

Fabiano, atacante do Botafogo

Uma nova promessa de artilheiro é a grande novidade do Botafogo para esta edição da Copa São Paulo. Fabiano tem passagem por seleção de base e disputou a competição pela primeira vez credenciado pelos muitos gols marcados em 2022. O centroavante subiu mais cedo da categoria sub-17 e deve ser titular com apenas 16 anos.

Rayan, atacante do Vasco

Atacante de 16 anos, Rayan tem multa rescisória de 80 milhões de euros. Na última Copinha, com apenas 15 anos, já fazia parte do elenco, marcando até um gol na primeira rodada. O atacante se destaca na velocidade, habilidade e facilidade em chutar com as duas pernas.

Arthur, meia do Fluminense

Considerado uma das maiores joias já produzidas nas categorias de base do Fluminense, em Xerém, Arthur disputou a Copinha como um dos destaques do time aos 17 anos. E agora mais maduro após ter estreado no torneio na última temporada. Já há tempos vem atuando em uma categoria acima da sua, tanto no clube quanto nas seleções de base, e é o jogador mais novo a jogar pelo profissional com a camisa tricolor, quando tinha 16 anos.

Guilherme Meira, meia do Cruzeiro

Guilherme Meira, mesmo com idade Sub-17, foi utilizado em partidas do sub-20 nesta temporada, sendo campeão. Destaca-se pelo chute de fora da área, pela versatilidade em posições do meio de campo e pelos passes.

Matteo, meia-atacante do Internacional

O Inter apostou no desenvolvimento dos jovens na Copinha de 2023. O clube levou a São Paulo o time-base do sub-20, além de destaques do sub-17 e sub-15. O meia-atacante Matteo, filho do ex-jogador Amoroso, apareceu entre os relacionados. Aos 19 anos, gosta de atuar tanto centralizado na trinca de meias como aberto pela esquerda, função que exerce atualmente. O jovem tem Rafael Leão, do Milan, como uma de suas inspirações, além do pai.

Kauan Kelvin, atacante do Grêmio

Kauan Kelvin, atacante de 17 anos, e já é o principal nome do time do Grêmio. O jovem vestiu a camisa 10 em sua segunda Copinha. Em 2022, se firmou no time sub-20 e depois desceu uma categoria para disputar o Brasileirão Sub-17. Kauan é considerado uma das lideranças técnicas para a equipe que jogará a Copa São Paulo e uma das apostas da categoria de base do clube para os próximos anos.


VEJA TAMBÉM
- Farid dispara contra atacante do Grêmio: “Não pode jogar sob hipótese alguma”
- Roger Flores comenta estreia promovida por Renato no time do Grêmio: “Não é qualquer jogador”
- Torcidas de Grêmio e São José entram em confronto antes de jogo do Gauchão





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

30/1/2023



















29/1/2023