Falta de ritmo e longe da área: veja como foi a volta de Douglas Costa ao Grêmio

Camisa 10 saiu do banco de reservas na derrota para o Sport


Fonte: GaúchaZH

Foto: MARLON COSTA / FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Não foi a estreia dos sonhos o retorno de Douglas Costa ao Grêmio. O camisa 10 saiu do banco de reservas aos 17 minutos do segundo tempo e não conseguiu ajudar o time a chegar ao gol na derrota por 1 a 0 para o Sport, quinta-feira (17), pelo Brasileirão. Foi a primeira partida do meia-atacante desde o Mundial de Clubes, em 11 de fevereiro.



LEIA TAMBÉM: Veja as possíveis soluções de Tiago Nunes após má largada do Grêmio no Brasileirão


Depois do jogo, o técnico Tiago Nunes comentou a volta do principal reforço gremista para a temporada. E alertou para a necessidade de readquirir o ritmo perdido no tempo em que ficou parado:

É um processo que vai ser feito aos poucos. Ele está ainda bem distante da forma física ideal. Precisamos ter muita calma. Hoje (quinta-feira), até exageramos um pouco. Era para ele jogar em torno de 15 a 20 minutos, mas colocamos um pouco mais. Infelizmente, ele está distante do ritmo ideal. Precisamos ter calma — falou o técnico.

No mapa de calor do Sofascore, é possível observar que Douglas Costa passou maior parte do tempo no lado direito de ataque, aproximando-se do meio. Chama atenção o fato de ter atuado mais próximo à linha central do que à da grande área.

Jogador atuou pelo lado direito, próximo à linha do meio-campo

Os números dele na partida foram discretos. Nos cerca de 35 minutos em que esteve em campo, tocou 32 vezes na bola e acertou 16 passes. Ganhou quatro jogadas pelo chão e conseguiu aplicar dois dribles. Arriscou duas finalizações, uma delas em direção ao gol. Defensivamente, conseguiu um desarme.

Para Diogo Olivier, colunista de GZH e comentarista do Grupo RBS, o momento atual do time, lanterna do Brasileirão, deve atrapalhar um pouco a adaptação do atleta. Contra o Sport, por exemplo, já saiu do banco de reservas com a missão de buscar uma virada contra um time postado na defesa e sob uma chuva forte que caía em Recife, deixando o gramado pesado.

Ritmo, claramente falta a ele ritmo. O gesto técnico está ali. Vai entrar com a repetição. Ele tem de jogar, esse é o ponto. E na pressão do resultado, o que não é bom. Quer dizer: o time terá de "carregá-lo" por alguns jogos, curiosamente. Mas não tem outro jeito — analisa.

Com o jogo contra o Cuiabá adiado, Grêmio e Douglas Costa devem voltar a campo na próxima quinta-feira, contra o Santos, na Arena. Será a primeira partida do camisa 10 no estádio gremista, já que despediu-se do clube ainda nos tempos de Olímpico. Será também a chance de o time conseguir seus primeiros pontos neste Campeonato Brasileiro.

Os números



• 32 toques na bola
• 16 passes certos (76%)
• 2 dribles certos
• 2 finalizações (uma certa)
• 1 desarme





Grêmio, Douglas Costa, Estreia, Números, Brasileirão, Imortal

LEIA TAMBÉM: Após derrota para o Bragantino, Grêmio chega a 8 jogos sem gols e se isola como pior ataque no Brasileiro




Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

2/8/2021








1/8/2021









Tática Didática - 12:25 (10)

[ANÁLISE] Um Grêmio que não engrena