Multicampeão com o Grêmio, Felipão dá dica para reverter resultado diante do Palmeiras: "Jogar com alma"

Técnico venceu a Copa do Brasil de 1994 pelo Tricolor, quando bateu o Ceará na final


Fonte: GZH

Foto: José Doval
Depois da derrota no último domingo (28), ficou mais complicado o caminho do Grêmio rumo ao hexacampeonato da Copa do Brasil. Para ser campeão, o time gaúcho precisa vencer o Palmeiras no próximo domingo (7), em São Paulo.

Em 1994, o Tricolor, comandado por Luiz Felipe Scolari, conquistou pela segunda vez o torneio de mata-mata — a primeira foi em 1989, contra o Sport. A campanha mostrou o que o futuro reservava para o Grêmio nos próximos anos. O time foi campeão invicto, com seis vitórias e quatro empates em 10 jogos. Na decisão diante do Ceará, empatou em Fortaleza em 0 a 0 no primeiro jogo. No Olímpico, o gol de Nildo, aos três minutos do primeiro tempo, sacramentou a conquista.

— A minha maior lembrança daquele título é o gol da vitória. Ele fez por merecer, vinha trabalhando muito, aprendendo e se doando nos treinamentos. Verdade que a gente empatou por três vezes nos primeiros jogos, mas estávamos iguais. Não precisaríamos mudar as nossas características e assim ganhamos invictos a Copa do Brasil — revela Felipão.

Para o ex-treinador gremista e campeão mundial com a Seleção Brasileira em 2002, o fundamental em uma competição como a Copa do Brasil é evitar ao máximo o erro, que pode ser fatal.

— São dois jogos em que devemos diminuir nossa margem de erros, estar sempre com mais atenção no desenvolvimento das jogadas, estar muito mais pronto a ajudar nosso companheiro num possível erro, incentivar nossos companheiros a realizarem o que sabem bem e incentivar a algumas mudanças nas características de nossos companheiros. É preciso acreditar, confiar e fazer. Só teremos duas oportunidades para vencer e é importante não desperdiçar — conta Scolari.

Felipão ainda acredita ser possível que o Tricolor reverta o resultado adverso e diz como os comandados de Renato Portaluppi podem fazer para conquistar o hexacampeonato da Copa do Brasil.

— É preciso jogar com alma, disciplina tática, com criatividade. Arriscar e se doar ao máximo.





Grêmio, Felipão, Copa do Brasil

LEIA TAMBÉM: Pedro Geromel treina normalmente e vê retorno aos gramados se aproximar

Com legado vitorioso, Renato se despede do Grêmio após trajetória vitoriosa





Comentários



Luis Rogerio     

Quando nso coloca guris e imbecil, quando coloca meio time sao bruxos e cavalos. Tenha do. Concordo preparaçao fisica uma m

O que Renato tem que fazer é treinar os jogadores.E parar de se meter no trabalho dos outros profissionais.Acho que o Grêmio está precisando de um preparador fisico porque o time ta morrendo em campo

Hoje o Grêmio virou um aglomerado de Bruxos e cavalos cansados com um Motivador no comando ??

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

20/4/2021


Novo treinadaor? - 18:02 (0)

Como Tiago Nunes montará o Grêmio?















19/4/2021