Veja razões para crer no Inter e 5 motivos para acreditar no Grêmio


Fonte: UOL

Pedro Geromel e Thiago Galhardo disputam bola durante o clássico Gre-Nal pelo Gauchão 2020 Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF
Acreditar ou não acreditar, há sempre um dilema antes de grandes clássicos do futebol mundial. Na véspera do segundo Gre-Nal da história da Copa Libertadores, Internacional e Grêmio têm razões para manter a confiança alta. E você, confia?



Baseado no desempenho recente, seja nos duelos entre eles ou não, no contexto do clube, nos bastidores e na preparação, a reportagem do UOL Esporte preparou cinco razões para otimismo vermelho e outras cinco para ser positivo vestindo azul.

INTERNACIONAL

O Inter está jogando bem

Ainda que o resultado não acompanhe a equipe de Eduardo Coudet sempre, o Internacional vem jogando bem. Quando utiliza titulares (precisou recorrer aos suplentes contra Goiás e Fortaleza), o time vermelho foi firme no ataque e sólido em boa parte dos jogos na defesa. Ainda que tenha levado um susto contra o América de Cali, venceu a partida por 4 a 3 e mostrou poder de reação quando viu a conquista dos três pontos ameaçada.

Galhardo em boa fase, e Abel Hernández chegando
Thiago Galhardo é personagem do Inter desde a lesão de Paolo Guerrero. O meia-atacante de 31 anos assumiu protagonismo na equipe e empilhou gols. Mesmo que não tenha feito contra o América de Cali ou o Goiás, segue com ótimo rendimento, e ainda ganhou parceria. Com os titulares na Libertadores, Abel Hernández mostrou desenvoltura e fez o que foi contratado para fazer: gols. Sem precisar de muitos toques na bola, o uruguaio mostrou que poderá ocupar o posto mais próximo do gol rival com qualidade, e empolgou a torcida.

Motivado pelas derrotas
O Grêmio está "engasgado" para o Inter. Foram quatro clássicos neste ano, com três vitórias gremistas e um empate. Nenhuma vitória do Internacional. Por isso, todos os pensamentos, até mesmo quando o enfrentamento não está próximo, rondam o Tricolor. O Inter quer, acima de tudo, espantar esta marca de não conseguir superar o tradicional oponente e apostará tudo em conseguir isso agora.

Lições do Campeonato Gaúcho
Mas essa intenção extrema de bater o Tricolor já atrapalhou. No Campeonato Gaúcho, o Inter simplesmente fugiu de seu padrão quando teve pela frente o Grêmio. Em uma das piores jornadas da temporada, foi derrotado e eliminado do Gauchão. No entanto, os jogadores e a comissão técnica garantem que aprenderam a não deixar o psicológico interferir negativamente em campo. A "inteligência emocional" foi trabalhada desde então para que o rival não fique maior do que já é, amplificado pela ânsia de espantar o jejum nos duelos.

Sem pressão externa, bem nas competições
Uma coisa que fatalmente não atrapalhará o Inter é a pressão externa. O Colorado perdeu a liderança do Brasileiro, mas está ainda bem posicionado na competição. É líder da chave na Libertadores e está próximo de conseguir classificação à próxima fase. Sem críticas mais fortes da torcida, o ambiente é de total apoio. Inclusive, membros da maior organizada do clube foram até o treinamento de segunda-feira (21), de barco, para apoiar a equipe. Permaneceram na embarcação, cantando e gritando pelo grupo. O CT Parque Gigante fica às margens do rio Guaíba, e a única possibilidade de contato visual com o elenco era desta forma. E os torcedores conseguiram.

GRÊMIO

Invencibilidade em Gre-Nal

São nove jogos sem perder para o Internacional. Na temporada, quatro clássicos e três vitórias — mesmo quando o desempenho em outras partidas não era tão bom. Em todos os duelos com o time de Eduardo Coudet, a equipe de Renato Gaúcho conseguiu se impor de alguma forma. Em algum momento do jogo em si.

Gre-Nal é combustível
Sim, o Grêmio tem os clássicos contra o Inter como ponto alto na atual temporada. Jogar o Gre-Nal é combustível para o elenco multicampeão e para o próprio Renato Gaúcho, que fez o time superar o adversário. Ganhar outra vez do time de Eduardo Coudet aumenta a hegemonia atual no Rio Grande do Sul. E reforça a identidade de um grupo que cresce em jogos grandes.



Kannemann, Jean Pyerre e Pepê
O trio deve voltar ao time titular no Gre-Nal. Kannemann dá solidez defensiva e os jovens incrementam criatividade e velocidade ao Grêmio. Com eles, a esperança da torcida aumenta por significar mudança na cara da escalação dos últimos jogos. A injeção de ânimo pode ser ainda maior se Geromel for liberado pelos médicos — a situação do camisa 3 nem foi classificada como lesão, desde a semana passada.

Diego Souza contando os minutos
Artilheiro do Grêmio no ano, Diego Souza passou em branco nas últimas duas partidas do time. Autor de 11 gols em 22 partidas, o centroavante costuma ficar no máximo três jogos sem marcar. Ou seja, o Gre-Nal pode manter a escrita e confirmar a média de gols na temporada. O jogador também é peça-chave para a estratégia, seja pelo jogo aéreo ou função de pivô.

Desfalques lá, desfalques cá
O Grêmio tem problemas clínicos, jogadores fora de ação, mas o Inter também. O fato de o time de Coudet ter perdido peças importantes é visto como fator que pode impactar no rendimento coletivo do adversário. Em resumo, se um lado chega fragilizado o outro não vem inteiro. Também está com baixas.

Grêmio, Razões, Inter, Motivos, Acreditar

LEIA TAMBÉM: Quem é Gastón Ramírez? Confira o vídeo com seus melhores lances

E MAIS:Churín vê Grêmio como "maior desafio da carreira"





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

27/10/2020






Apresentação de Churín - 15:08 (1)

Churín vê Grêmio como "maior desafio da carreira"






26/10/2020