Renato lamenta desfalques, mas minimiza lesões: "Acontecem em todos os clubes"

Grêmio foi ao Chile sem quatro jogadores que estavam machucados, e perdeu Geromel com dores na coxa


Fonte: Zero Hora

A derrota do Grêmio por 2 a 0 para a Universidad Católica, nesta quarta-feira (16), na volta da Libertadores aconteceu sem a presença de sete desfalques: Maicon, Kannemann, Victor Ferraz e Jean Pyerre, lesionados, Everton, com sintomas de gripe, e Pepê e Paulo Miranda, ambos suspensos pela briga no Gre-Nal de março. O técnico Renato lamentou as baixas, mas afirmou que o problema não é exclusivo do Tricolor no ano da pandemia.



— Lesões acontecem em todos os clubes. No Grêmio não é diferente, infelizmente. Temos uma sequência de jogos, de viagens e ficamos muito tempo parados. São coisas normais do futebol — ponderou Portaluppi, em entrevista coletiva após o jogo.

Além dos problemas musculares, adaptações ao modelo de jogo e a própria troca das peças na equipe também figuram como dificuldades para o bom desempenho gremista, na visão do treinador. Para Renato, a soma dos fatores teve como produto a pior atuação da equipe na temporada.

— Às vezes a gente precisa mudar o esquema devido à ausência de muitos jogadores. Às vezes os jogadores se desentendem em campo devido à falta de entrosamento. Não é fácil jogar sem sete ou oito jogadores. Infelizmente, não tivemos numa noite feliz e o adversário com certeza fez a melhor atuação dele no ano — argumentou o técnico.

O Grêmio volta a campo no domingo (20), contra o Palmeiras, pelo Brasileirão. A cabeça dos jogadores, no entanto, estará mais preocupada com o Grupo E da Libertadores, no qual o Tricolor busca classificação precisando pontuar contra o Inter, na quarta rodada, marcada para a próxima quarta-feira (23), em clássico a ser disputado no Beira-Rio.



— Agora é muita calma nessas horas. Pensar em trabalhar e tentar recuperar os jogadores que estão no departamento médico — projetou Renato.

Grêmio, Libertadores, Renato

LEIA TAMBÉM: Quem é Gastón Ramírez? Confira o vídeo com seus melhores lances

E MAIS:Churín vê Grêmio como "maior desafio da carreira"





Comentários



Não haverá atitudes radicais ( mais do que necessárias agora). Romildo além de mão de vaca é um baita banana.

Tem que tirar não eo Renato sim o preparador físico e o klaus e trazer o rogerinho de volta

Victor Finamor     

Fora Renato.culpa do munheca do Romildo

Vera Borges     

Acho que a direção vai esperar acontecer como no cruzeiro coloca esses guri pra jogar

Jorge Lacerda     

Falta treinamento e preparação fisica parece time de várzea sem comprometimento

Marcelo Arnoni     

Grêmio totalmente perdido, seja com titulares ou reservas. Perdeu o rumo. E antes jogava bem até com os reservas. Sem preparo físico, cheio de lesões, sem força, sem entrosamento. Acho que o Renato tá perdido e o grupo já não aguenta mais o treinador.

Esse bobalhão do Renato quer disfarçar a desgraça que está a caminho. Esse merda é capaz de minimizar até a morte de um filho só pra satisfazer o ego.

Leco Silva     

Eu so estou vendo o grêmio com lesões musculares com 6 jogadores no mínimo esta besta tem que lesionar a lingua so fala merda eai presidente ja passou da hora do Renato ou vai esperar acontecer o pior pra tomar providências

Qta bobagem o Renato fala. Qual zaga vc tera agora??? Q bela m....bolsan chega de se encolher, queremos time e nao pangares e bruxos. Queremos preparadores fisicos competentes e esse Claus cartao vermelho pra ele urgente

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

27/10/2020






Apresentação de Churín - 15:08 (1)

Churín vê Grêmio como "maior desafio da carreira"






26/10/2020