Fase de Everton, apelo para Marchezan e mais: veja como foi a coletiva de Renato neste domingo

Técnico Renato Portaluppi concedeu coletiva virtual depois do empate em 1×1 com o Ypiranga e amenizou, por exemplo, a fase atual de Everton


Fonte: torcedores.com

A fase vivida pelo atacante Everton Cebolinha, a possível titularidade absoluta do volante Lucas Silva e do lateral-esquerdo Guilherme Guedes e o pedido de “bom senso” ao prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan, pela liberação da Arena e do Beira-Rio, foram os principais assuntos da coletiva do técnico do Grêmio, Renato Portaluppi, após o empate em 1×1 com o Ypiranga, pelo Gauchão, neste domingo.



LEIA TAMBÉM: Mesmo com empate, Renato elogia atuação do Grêmio contra o Ypiranga: "Deu para o gasto"


Fase de Everton Cebolinha

O Everton já teve dias melhores, já teve fases melhores, mas é o Everton. Mesmo ele não estando 100%, é um jogador que nos ajuda muito, que preocupa o adversário. Converso com o Everton quase que diariamente. Dou bastante conselho pra ele, é normal. Ele sabe conviver com isso (sondagens), é jogador de nível de Seleção Brasileira, de futebol europeu. O importante é que ele está tranquilo. A hora dele vai chegar, se tiver que ocorrer uma transferência. No momento em que chegar a proposta, e ela for boa para o jogador e para o clube, as coisas vão sair”.

Lucas Silva e Guilherme Guedes titulares?

Eu tenho um grupo. Eu prefiro ter a dor de cabeça ao ver mais de um jogador em cada posição, do que ficar sem opções. O Lucas vinha muito bem antes da parada. Assim como o Maicon e o Matheus também. Fizemos essa composição com os três. Hoje, tirei o Lucas pra colocar o time mais pra frente. Ele tava bem no jogo. O próprio Darlan entrou bem no Gre-Nal. Em um grande clube, é preciso ter essa disputa saudável pelas posições (…) o Cortez vinha muito bem, da mesma forma que o Caio Henrique, quando estava com a gente. Você não pode ter somente um jogando bem na posição, precisa ter sempre dois. O Guedes se comportou muito bem, da mesma forma que o Cortez sempre fez”.

Renato pede ao prefeito Nelson Marchezan que libere Arena e Beira-Rio



O CT da base do Grêmio é muito bom, o gramado é muito bom. Mas não podemos pensar em continuar jogando aqui no momento em que temos a Arena. Penso que, mais cedo ou mais tarde, ela será liberada. Se a gente tem a condição de jogar no nosso estádio, onde os jogadores estão acostumados, é muito melhor. Nada contra o CT do Grêmio, pelo contrário. Quando se tem segurança total em sua casa, não vejo por que o prefeito não liberar. Espero que ele tenha bom senso nessa próxima semana. O Beira-Rio e a Arena estão seguros, são os melhores locais para jogarmos agora. Não para a próxima rodada, mas para a semifinal de turno esperamos jogar em Porto Alegre”.


Grêmio, Everton, Coletiva, Renato, Gauchão, Prefeitura, Arena, Imortal

Grêmio decide rescindir contrato de André e centroavante deixa o Tricolor; veja a nota

Obrigado, Everton! Rumo ao Benfica, deixe sua mensagem de boa sorte ao atacante que deixa o Tricolor Gaúcho





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

7/8/2020















6/8/2020











Denilson faz zoação com Renata Fan - 12:02 (0)

Denilson chama Renato para zoar Renata Fan, veja o vídeo