Herói da Copa do Brasil de 1994 pelo Grêmio vende faixas e medalhas para doar cestas básicas

Nildo, que também conquistou o Gauchão e a Libertadores de 1995 pelo clube, pede que interessados entrem em contato por suas redes sociais


Fonte: GaúchaZH

Foto: José Doval / Agencia RBS
Nildo está se desfazendo de suas faixas e medalhas conquistadas com a camisa do Grêmio. Isso não quer dizer que ele queira apagar seu passado com a camisa tricolor. Pelo contrário. O ex-atacante está aproveitando sua idolatria no clube para para levantar fundos e ajudar famílias do Pará, seu Estado natal, que foram castigadas pela crise financeira gerada pela pandemia de coronavírus.



LEIA TAMBÉM: Dirigentes da base temem fim do departamento em alguns clubes


Eu sei que já estou na história do Grêmio. As coisas materiais, elas vão passar. Aí eu aproveitei as faixas das conquistas da Copa do Brasil, Gauchão e Libertadores, e estou transformando estas relíquias em cestas básicas para doar para a população carente aqui na minha cidade — disse ele em entrevista ao programa Esporte & Cia, da Rádio Gaúcha, nesta sexta-feira (15).

De acordo com ele, algumas das peças já foram compradas. A faixa do Campeonato Gaúcho de 1995, por exemplo, já foi vendida a um membro do consulado gremista de Imperatriz, no Maranhão. Já a faixa da Copa do Brasil de 1994, conquistada graças a um gol seu, foi adquirida por um torcedor do Rio Grande do Sul. Até mesmo a camisa do goleiro Higuita, trocada na final da Libertadores de 1995, já foi destinada a um torcedor do Atlético Nacional de Medellín.

Deus tocou no meu coração. As medalhas também se incluem. Se aparecer algum colecionador que queira pagar um valor que renda algumas cestas básicas, eu vou me desfazer porque o que está guardado na minha memória e vida são estes momentos de entrevista, o gol que ninguém vai esquecer, meu nome que está lá, o carinho e respeito que tenho. Eu sei que já tem foto guardada e não vai sumir mais. É um pouco que pude fazer e eu agradeço. Só pude fazer isso porque meus amigos correram por mim, me ajudaram a conquistar. Então, tive essa ideia — explicou o ex-atleta.

Segundo Nildo, ainda restam as medalhas da Copa do Brasil e da Libertadores, além da faixa da conquista continental. E ele faz o convite para que os interessados entrem em contato por suas redes sociais: Instagram ou Facebook.



90% dos meus seguidores é tudo gaúcho. Então, fica fácil — comenta ele — Isso tudo vai passar, desde que a gente respeite as normas. Eu ainda quero assistir ao meu Grêmio eliminar o Inter na Libertadores, cara — completa, às gargalhadas.


Grêmio, Nildo, Copa do Brasil, 1994, Solidariedade, Doação, Coronavírus, Imortal

Grêmio decide rescindir contrato de André e centroavante deixa o Tricolor; veja a nota

Obrigado, Everton! Rumo ao Benfica, deixe sua mensagem de boa sorte ao atacante que deixa o Tricolor Gaúcho





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

7/8/2020















6/8/2020











Denilson faz zoação com Renata Fan - 12:02 (0)

Denilson chama Renato para zoar Renata Fan, veja o vídeo