Mesmo sem dupla Geromel e Kannemann, Grêmio tem menor média de gols sofridos desde 2016

Em 2020, time sofreu oito gols em 12 jogos disputados


Fonte: Zero Hora

Kannemann e Geromel na conquista da Recopa Sul-Americana
Lucas Uebel / Grêmip FBPA

O bom futebol apresentado pelo Grêmio, nos últimos anos, não foi apenas marcado pelas atuações de seus meio-campistas, como Arthur, Douglas, Maicon e Matheus Henrique, por exemplo, ou pelo brilho de atacantes como Everton, Pedro Rocha e Lucas Barrios. A defesa gremista também se destacou, especialmente a dupla de zagueiros Pedro Geromel e Kannemann.



Desde a chegada do técnico Renato Portaluppi, em setembro de 2016, o Tricolor sofreu dois ou mais gols em 36 dos 242 jogos disputados, sendo que na maioria destas partidas, 28, os adversários conseguiram marcar apenas duas vezes.


Para 2020, somente Geromel e Kannemann permaneceram na Arena em relação ao começo de trabalho do atual treinador. A defesa gremista ganhou um novo goleiro, Vanderlei, e dois laterais, Victor Ferraz e Caio Henrique. Além disso, os zagueiros conviveram com lesões e sequer atuaram juntos. Nos 12 jogos do ano, são oito gols sofridos, média de 0,66 por partida — a menor nesta terceira passagem de Renato no Grêmio.

As trocas no time chegaram a outros setores, como meio-campo e ataque, com as contratações de Lucas Silva, Thiago Neves e Diego Souza. Para muitos, o time poderia sentir as inúmeras mudanças e se tornar mais frágil no setor defensivo, algo que para o comentarista da Rádio Gaúcha e da RBS TV, Maurício Saraiva, não ocorreu:

— O Grêmio na verdade não tem fragilidade defensiva. Os laterais são novos e apoiadores, o meio ainda vai redefinir como marcar com Maicon exigindo sacrifício maior dos outros ou sem Maicon fazendo de Lucas Silva uma figura modernizada do cão de guarda. Ainda assim, quem sofreu zero gol em dois jogos de Libertadores não tem na defesa o maior problema.

Confira os números defensivos do Grêmio com Renato*:
2016 - 16 jogos - 11 gols sofridos - média: 0,68

2017 - 74 jogos - 56 gols sofridos - média: 0,75

2018 - 70 jogos - 48 gols sofridos - média: 0,68

2019 - 70 jogos - 52 gols sofridos - média: 0.74

2020 - 12 jogos - 8 gols sofridos - média: 0,66

Total - 242 jogos - 175 gols sofridos - média: 0,72



Jogos em que sofreu dois ou mais gols
2 gols - 28 vezes

3 gols - 6 vezes

5 gols - 2 vezes

Grêmio, Kannemann, defesa

Grêmio se afunda ainda mais em noite terrível no Chile e sente clamor por mudanças

Grêmio é recebido com protesto na Arena após derrota na Libertadores





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

22/9/2020









21/9/2020










Técnico mais longevo da Série A - 09:42 (0)

Renato Gaúcho completa 4 anos de Grêmio