Após queixas de Kannemann, Bolzan volta a defender mudanças no Grêmio

Romildo Bolzan Júnior voltou a afirmar que demissões foram feitas com respeito e de forma criteriosa


Fonte: Correio do Povo

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Após a entrevista forte do zagueiro Kannemann demonstrando “raiva” com as demissões de sete profissionais durante a semana, o presidente Romildo Bolzan voltou a defender as alterações realizadas na comissão técnica e em funcionários de apoio do departamento de futebol. O mandatário usou a sua conta particular no Twitter para reafirmar que as mudanças foram realizadas de “forma criteriosa, com respeito e agradecimento aos profissionais” demitidos.



LEIA TAMBÉM: Novo preparador Mauri Lima tem atividade e conversa com os goleiros do Grêmio


O posicionamento na rede social segue a linha da entrevista dada pelo presidente na quinta-feira à tarde. Bolzan afirmou durante a coletiva que foi um “processo normal” a troca de funcionários que estavam há anos no clube.

Não houve avaliação individual. Temos um grande respeito e admiração por todos os profissionais, somos muito agradecidos, mas as organizações precisam dar um passo adiante, fazer suas modificações. De maneira normal, fizemos num momento que foi possível", explicou o mandatário na quinta-feira.




Na manhã desta sexta-feira, o preparador de goleiro, Mauri Lima, foi o primeiro profissional que ocupou a vaga de um dos demitidos. Rogério Godoy foi criado no Tricolor e passou a integrar a comissão técnica em 2012.







Grêmio, Romildo Bolzan, Demissões, Kannemann, Imortal


PALMEIRAS CAMPEÃO MUNDIAL? SÃO PAULO CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL? PALPITES PARA O ANO DE 2020

VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos da temporada

LEIA TAMBÉM: Grêmio nega propostas de saída por Jean Pyerre e Everton

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>



Comentários




Leia também

16/2/2020






15/2/2020

















Campeonato Gaúcho - 10:48 (2)

Gre-Nal decide uma vaga na final