Everton quebra tabu para o Grêmio e justifica convocação

Atacante decide jogo com o Corinthians e chega ao 13º gol no ano após chamado de Tite


Fonte: Globo Esporte

Everton marca contra o Corinthians (Foto: Marcos Ribolli)
Já virou rotina falar da importância de Everton para o Grêmio em 2018. Isso porque a cada jogo, o camisa 11 parece evoluir um degrau em termos de qualidade. Com o peso de ter sido convocado para a seleção brasileira na véspera, o atacante foi o responsável por balançar a rede no 1 a 0 do Tricolor sobre o Corinthians, em Itaquera, e acrescentar novos feitos ao seu “momento mágico” na carreira. De quebra, deu a primeira vitória do clube gaúcho no novo estádio corintiano e superou o número de gols marcados em toda temporada anterior.



O chamado de Tite para os amistosos com Estados Unidos e El Salvador parece não ter pesado para o atacante gremista de 22 anos. Everton manteve seu rendimento na noite de sábado e aproveitou o passe na medida de Luan para, com uma cavadinha sutil, garantir os três pontos para o Grêmio. A atuação acabou por chancelar a convocação. Foi o 13º gol em 2018, marca já superior aos 12 feitos em todo 2017. Também acumula cinco assistências na temporada.

– Sem dúvida (é o melhor momento), artilheiro na temporada, bati a média de gols do ano passado, chegando na Seleção... Acho que estou em um momento mágico da minha carreira. É natural, a gente sabe da importância da convocação, os holofotes se viram para você, tem que manter a regularidade. A Seleção é alto nível – falou o cearense na saída do estádio do Corinthians.

"Sem dúvida (é o melhor momento), artilheiro na temporada, bati a média de gols do ano passado, chegando na Seleção... Acho que estou em um momento mágico da minha carreira"
Pelos pés de Everton, o Grêmio buscou a primeira vitória na curta história da Arena corintiana. Mais uma maneira de deixar sua marca nas páginas tricolores. O atacante se consolida partida após partida como expoente técnico do time neste ano. Passou à frente de Luan, por exemplo, seu assistente na vitória sobre o Timão. E vibrou também por manter o nível de atuações depois de ser lembrado por Tite. O que poderia eventualmente se tornar um fardo terminou por cair muito bem ao camisa 11 gremista.

– É fruto de um trabalho, fico grato pela oportunidade de representar o meu país, é o ápice na carreira do jogador. Fico feliz, ele (Tite) estava observando, não só eu, como os outros convocados, fico feliz pela minha atuação e pelo gol – completou Everton.

Everton foi lançado profissionalmente no Grêmio em 2014, com Enderson Moreira, então com 17 anos. Precisou ser paciente, no entanto, para alcançar o atual momento. Embora tenha sido importante nas conquistas da Copa do Brasil em 2016 e Libertadores, no ano passado, somente virou titular nesta temporada.



O artilheiro desfalcará o Grêmio nos jogos contra o Santos e no Gre-Nal, pelo Brasileirão, por conta da convocação. Além do atacante, o argentino Kannemann também foi chamado para defender a sua seleção.

Após a vitória em São Paulo, o elenco gremista chega a Porto Alegre neste domingo e se reapresenta no CT Luiz Carvalho na tarde de segunda-feira. O próximo duelo é contra o Cruzeiro, quarta-feira, às 21h45 na Arena.


Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

17/11/2018










Provável escalação - 11:42 (5)

Veja como o Grêmio deve jogar contra a Chape







16/11/2018

Retorno de Leonardo Gomes - 10:35 (1)

Leonardo Gomes já tem retorno marcado