[COPA 2014]Brasil não vai tirar o pé dos amistosos apesar do “fantasma das contusões”

Luiz Felipe Scolari quer seriedade nesta terça-feira (3) contra o Panamá, em Goiânia (GO)


Fonte: R7

Seleção brasileira faz seu penúltimo amistoso nesta terça-feira (3), contra o Panamá, no Serra Dourada
Buda Mendes/Getty Images


Sempre exigente, Luiz Felipe Scolari pediu seriedade aos jogadores da seleção brasileira no amistoso desta terça-feira (3), contra o Panamá, em Goiânia (GO). O treinador garantiu que vai ao Serra Dourada com o que tem de melhor e não acredita que o “fantasma das contusões”, que assombrou algumas das principais concorrentes ao troféu da Copa do Mundo, irá atrapalhar seus atletas.

Depois de uma semana de treinos na Granja Comary, a seleção brasileira busca recuperar o esquema de jogo consagrado com o título da Copa das Confederações, no ano passado. Para isso, Felipão acredita que os jogadores não podem tirar o pé em um lance mais ríspido. Thiago Silva (aprimorar a parte física), Paulinho (tornozelo inchado) e Fernandinho (aprimorar a parte física) não participam do penúltimo amistoso antes do Mundial.

— Sempre pedi para minhas equipes que jogassem todo jogo como se fosse o último. Não adianta tirar o pé, é só ver que o problema que tivemos com o Paulinho. Foi em treino. E lesão mesmo aparece em rachão. Então, que joguem contra o Panamá com força de decisão. Se for diferente, aí sim podem se machucar.

Só no último fim de semana, dois jogadores foram cortados por sofrem lesões em amistosos. O mexicano Luís Montes sofreu uma grave fratura na tíbia e fíbula, na vitória sobre o Equador, e o italiano Riccardo Montolivo quebrou a tíbia no empate com a Irlanda. Ainda na sexta (30), o costarriquenho Álvaro Saborío foi cortado por uma lesão no pé.

O próprio Felipão já teve de cortar jogadores por conta de lesões. Um dia antes da campanha que terminou no pentacampeonato, em 2002, Emerson machucou o ombro. O meio-campo brincava de goleiro quando caiu sobre o ombro direito e não teve mais condições de atuar na Coreia do Sul e no Japão.

— Estou tranquilo quanto ao Paulinho. Ele só não veio porque se chocou com o Bernard e, por causa do tornozelo, tinha uma dificuldade um pouco maior para treinar forte, estar em um jogo mais forte. Mas, se o jogo contra a Croácia fosse ontem, anteontem ou amanhã, jogaria tranquilamente.

Sem Thiago Silva, Paulinho e Fernandinho, a seleção brasileira deve ser escalada com: Júlio César; Daniel Alves, Dante, David Luiz e Marcelo; Ramires, Luiz Gustavo, Oscar; Hulk, Neymar, e Fred. Felipão já disse que, independente da situação do jogo, fará quatro substituições que já estão definidas — o técnico tem direito a seis trocas.

O amistoso contra o Panamá é penúltimo antes da estreia na Copa 2014. Na sexta-feira (6), o Brasil enfrenta a Sérvia, no Morumbi. Depois disso, só volta a jogar em 12, contra a Croácia, no Itaquerão, na abertura do Mundial, também em São Paulo.

VEJA TAMBÉM
- últimas do Grêmio: Dia de reapresentação, Cristaldo não treina no Huracán e mais
- Grêmio acumula 7 saídas para 2023; veja a lista de jogadores
- Grêmio acerta o empréstimo de lateral esquerdo ao Avaí até o final de 2023





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

8/12/2022


















Grêmio volta com caras novas e expectativa por mais reforços - 12:32 (0)

Grêmio volta aos trabalhos nesta quinta-feira com caras novas e expectativa por mais reforços



7/12/2022



















Contratação à caminho??? - 12:52 (0)

Grêmio encaminha acerto com ex-Flamengo