Renato cobra postura dos jogadores do Grêmio após derrota no Brasileirão.


Fonte: -

Renato cobra postura dos jogadores do Grêmio após derrota no Brasileirão.

O Grêmio amargou a nona derrota no Campeonato Brasileiro ao levar 2 a 0 do Cruzeiro na fria noite desta quarta-feira, em Caxias do Sul. Com semblante de abatimento, o técnico Renato Portaluppi reforçou a confiança na recuperação da equipe na competição, mas fez cobranças fortes aos jogadores dentro do vestiário e pediu "vergonha na cara". Depois de mais um revés do Tricolor, o clima foi de tensão entre comissão técnica e grupo de atletas. O técnico revelou que exigiu de parte do elenco, uma postura diferente e que precisam ter "vergonha na cara" para tirar a equipe da fase ruim que passa.

- O que falei é que alguns (jogadores) precisam ter vergonha na cara, eles têm que saber o tamanho do Grêmio. Falei isso no vestiário na frente do presidente. Eles têm tudo, não falta nada. Mas tem que ter a entrega dentro do campo. Não são todos. Alguns sentem, outros não. Esse choque já foi dado pra eles. Eles precisam dar a cara à tapa, mostrar porque vestem a camisa do Grêmio - revelou o técnico. É necessário vergonha na cara. Isso é fundamental no futebol. Cabe a cada um ter essa vergonha na cara.

Renato Portaluppi após derrota do Grêmio para o Cruzeiro — Foto: Bruno Halpern/RBS TV
Renato Portaluppi após derrota do Grêmio para o Cruzeiro — Foto: Bruno Halpern/RBS TV

Renato Portaluppi, técnico do Grêmio Renato deve continuar como técnico do Grêmio? VOTE AQUI Ainda na mesma resposta, o treinador usou exemplo pessoal. Renato contou que mora no hotel e tem vergonha em circular pelos corredores. Novamente, exigiu uma postura diferente por parte dos jogadores. Logo após a partida, nenhum atleta deu entrevista na saída do gramado, o que já havia acontecido contra o Juventude, na última rodada.

- Eu falo com a minha família no telefone e mesmo pelo telefone fico com vergonha. Não é possível que o jogador não sinta o momento e não faça nada para mudar - disse o treinador. Uma das justificativas do comandante para o mau momento, foi a falta de um centroavante para escalar. Apesar das fortes cobranças ao elenco gremista, Renato voltou a reforçar a confiança de que o Grêmio vai sair da zona de rebaixamento e se recuperar no Brasileiro.

- Com a vitória, a confiança volta. Vão chegar jogadores, o grupo vai ficar forte. Muita gente fala que o Renato está discursando de novo. Não tenho dúvida alguma que vamos sair desta situação . Mas o momento é ruim - completou Renato. A delegação gremista retorna para Porto Alegre ainda nesta noite. O grupo de jogadores se reapresentam na tarde desta quinta-feira, no CT Luiz Carvalho, para iniciar a preparação visando o duelo diante do Operário-PR, no sábado, pela Copa do Brasil.



VEJA TAMBÉM
- Grêmio não tem marcação: Reinaldo e Pepê precisam sair já
- Grêmio terá limite excedido de estrangeiros para competições nacionais.
- Grêmio gasta R 50 milhões de reais: nenhum volante marcador






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

19/7/2024
















18/7/2024