Pressão sobre Coudet e Renato em jogos decisivos de Inter e Grêmio


Fonte: -

Pressão sobre Coudet e Renato em jogos decisivos de Inter e Grêmio

Grêmio e Inter entram em campo por competições diferentes nesta quarta-feira, mas carregam algo em comum para os confrontos por Brasileirão e Copa do Brasil, respectivamente: técnicos sob pressão. Renato Portaluppi e Eduardo Coudet encaram um momento de críticas e contestações e buscam reverter o quadro atual para dar um novo rumo aos times na temporada. O Tricolor enfrenta o Cruzeiro às 18h30, no Centenário, em Caxias do Sul, pela 16ª rodada. Empatar não basta. Será preciso vencer para sair da zona do rebaixamento. O recorte recente de cinco pontos nos últimos 30 gera um ambiente pesado de críticas e até gritos de burro para Renato, ídolo e estátua. O Inter, por sua vez, dá início a um duelo eliminatório com o Juventude, às 19h, no Beira-Rio, pela 3ª fase da Copa do Brasil. Abrir vantagem é o objetivo. Mas haverá pressão. O time não ganha há quatro jogos, e Chacho virou alvo de vaias e xingamentos por parte da torcida.

Coudet; Renato Gaúcho; Internacional x Grêmio
Coudet; Renato Gaúcho; Internacional x Grêmio — Foto: REUTERS/Diego Vara

Do lado gremista, Renato insinuou que colocaria o cargo à disposição no vestiário do Alfredo Jaconi, após ser goleado pelo Juventude, mas foi demovido da ideia de forma imediata pelo presidente Alberto Guerra e demais dirigentes do departamento de futebol. Conforme apurou o ge , a direção blinda o vestiário, não teme que Renato oficialize um pedido de demissão e não cogita tirá-lo do cargo , apesar da série negativa e pressão externa. Há confiança internamente no discurso e convicções do técnico, que aposta na melhora do time com o retorno de convocados, lesionados, além da chegada dos reforços. "Nós vamos sair dessa situação tranquilamente. O Grêmio vai sair. Daqui a pouco o Grêmio vai para o lugar dele." — Renato Portaluppi, técnico do Grêmio

Renato Grêmio Gre-Nal
Renato Grêmio Gre-Nal — Foto: Bruno Ravazzolli

A expectativa é oferecer uma resposta à torcida de forma imediata para respirar nos pontos corridos e gerar tranquilidade para domingo, quando coloca o futuro à prova na Copa do Brasil. Após empate sem gols com o Operário no Paraná, as equipes dependem de uma vitória por vaga nas oitavas. Com a abertura da janela de transferências nesta quarta, o Tricolor poderá contar com o acréscimo do zagueiro Jemerson a partir do fim de semana. O clube trabalha para contratar dois atacantes, sendo um centroavante, e um meia para disputar posição com Cristaldo.

Eduardo Coudet, técnico do Inter
Eduardo Coudet, técnico do Inter — Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Em uma análise fria, os números de Coudet em 2024 não são ruins. O aproveitamento geral é de 65,7%. Contudo, certos resultados foram frustrantes, como a eliminação para o Juventude no Gauchão, os empates com Tomayapo e Atlético-GO em casa e derrotas amargas para Belgrano, Vitória e Vasco. A sequência decisiva que se avizinha para o Inter ditará o futuro nos mata-matas. Quatro dos próximos cinco jogos serão válidos por Copa do Brasil e Sul-Americana, a começar nesta quarta. Para largar na frente e diminuir a tensão, Coudet terá o retorno de Valencia e de outros titulares.



VEJA TAMBÉM
- Grêmio não tem marcação: Reinaldo e Pepê precisam sair já
- Grêmio terá limite excedido de estrangeiros para competições nacionais.
- Grêmio gasta R 50 milhões de reais: nenhum volante marcador






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

19/7/2024



















18/7/2024