Marcelo Moreno mobiliza helicóptero para auxiliar desabrigados no Rio Grande do Sul.


Fonte: -

Marcelo Moreno mobiliza helicóptero para auxiliar desabrigados no Rio Grande do Sul.

Marcelo Moreno é mais um ídolo do futebol aparecendo como voluntário em meio à catástrofe climática que atinge o Rio Grande do Sul. O ex-jogador de Cruzeiro, Grêmio, Vitória e Flamengo atua na distribuição de donativos a pessoas que foram vítimas das fortes chuvas no Estado e mobilizou um helicóptero para ajudar. Ao mesmo tempo, também usa as relações para organizar mais doações. O boliviano está desde o início da semana auxiliando no Centro Estadual de Treinamento Esportivo (CETE) na capital gaúcha. O lugar, administrado pelo Estado, serve como abrigo para cerca de 200 desalojados em parceria com a prefeitura da Capital. Além disso, funciona também como uma central de recebimento de qualquer tipo de doação. Agora, o local transformou sua pista atlética principal em ponto de pouso para helicópteros, que saem direto para as famílias necessitadas. Moreno disponibilizou uma aeronave e também faz contatos com amigos e conhecidos para que usem a estrutura com outros helicópteros. Moreno, junto com a esposa Marilisy Antonelli, coordena a saída das doações por via área. O ex-jogador atua direcionando os donativos e até mesmo carregando helicópteros. Nas redes sociais, Moreno ressaltou a importância dessas doações alcançarem lugares de difícil acesso. – Com os helicópteros a gente consegue chegar onde os moradores estão ilhados e conseguimos suprir essa necessidade – reforçou o ex-jogador.

Marcelo Moreno junto com Danrlei, auxiliando os atingidos pelas enchentes no RS — Foto: Lucas Rizzatti/SEL
Créditos: Lucas Rizzatti/SEL

Além de Marcelo Moreno, outros dois ex-jogadores também estão na linha de frente. Danrlei, ídolo multicampeão pelo Grêmio é hoje secretário estadual do Esporte e do Lazer do Rio Grande do Sul e coordena as ações, assim como Fabiano, ex-atacante e ídolo do Inter, hoje assessor na Secretaria. A enchente que atinge o RS afetou 449 dos 497 municípios do Estado. Conforme último boletim da Defesa Civil estadual, a chuva causou 149 mortes e 806 pessoas feridas. O RS tem 538,2 mil desalojados e 76,5 mil pessoas em abrigos.



VEJA TAMBÉM
- A dor de Renato Portaluppi e a história de lutas do Grêmio
- Grêmio avalia impacto econômico de tragédia no RS e busca reforços.
- Grêmio negocia com Rodrigo Caio e está próximo de acordo






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

27/5/2024























26/5/2024