Presidente do Grêmio justifica ida de Renato ao Rio de Janeiro durante tragédia.


Fonte: -

Presidente do Grêmio justifica ida de Renato ao Rio de Janeiro durante tragédia.

Com os jogos do Grêmio paralisados devido às enchentes no Rio Grande do Sul, o presidente Alberto Guerra se manifestou sobre a ida do técnico Renato Portaluppi ao Rio de Janeiro após o resgate. Em entrevista ao UOL, Guerra revelou que foi ele quem ordenou a saída de Renato para o Rio de Janeiro, onde está com sua família, devido à situação extrema causada pelas chuvas. "Muitos jogadores já saíram daqui, da base e do profissional. O próprio treinador eu pedi pessoalmente para o Renato sair, ele não queria. Então a gente não tem nem tempo de ficar frustrado e magoado. Mas tenho certeza que se as pessoas estivessem aqui, se eu conseguisse expressar 10% do que a gente está passando, certamente o pensamento seria outro”, disse Alberto Guerra.

Presidente Guerra e Renato
Imagem: Lucas Uebel/ GFBPA

O resgate do treinador Renato Portaluppi teve que deixar Porto Alegre de carro até Santa Catarina, onde conseguiu embarcar em um avião para o Rio de Janeiro na última quarta-feira (08). Sua partida ocorreu após ser resgatado por voluntários do hotel onde mora na capital gaúcha, que foi inundado pelas chuvas na semana passada.

Atlético-MG encanta o Brasil com ajuda para o RS e saldo de doações é SURREAL. Confira! Técnico do Athletico-PR e ex-Grêmio, Cuca dá forte declaração sobre paralisação do Brasileirão.

Fonte: Twitter - @pdgremista


VEJA TAMBÉM
- Grêmio negocia com Rodrigo Caio e Renato comenta paralisação após chuvas no Sul
- O futebol não tem coração
- Detalhes da Camisa III do Grêmio para a Temporada 2024






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

24/5/2024

23/5/2024