Renato insiste com jogadores insuficientes, enquanto são urgentes várias contratações no Grêmio


Fonte: Leila Krüger.

Renato insiste com jogadores insuficientes, enquanto são urgentes várias contratações no Grêmio
Foi apenas 2 a 1, teve um pênalti ridiculamente não marcado, mesmo olhando o VAR, pelo antigo desafeto da torcida gremista Flávio de Souza; e talvez um pênalti (compensação?) não marcado para o Vasco. Mas os cariocas poderiam ter feito mais gols, e o Grêmio de Renato Portaluppi, apesar dos desfalques, expôs várias carências, de jogadores titulares, grupo, tática e preparo físico. Portaluppi insiste com atletas que não dão resposta, enquanto outros são “poupados”. Ao mesmo tempo, a direção gremista “não se mexe” para reforçar a defesa, e o Imortal segue levando um caminhão de gols.


Em minha opinião, jogadores como Rodrigo Ely, Du Queiroz, Geromel e Marchesín não têm condições de vestir a camisa do Grêmio. O zagueiro multicampeão por razões físicas. Kannemann idem (como titular, ao menos), se lesionou a 12 minutos da primeira etapa, com isso são incríveis 18 lesões - quase todas graves, graus II ou III - em 2024 no Maior do Sul. Athletico, Palmeiras e Flamengo têm 4 ou 5, veja a diferença que um bom preparo físico faz.


Enquanto isso, Alberto Guerra e Antônio Brum não se movem para fazer o óbvio: contratar um 1o volante, nem que seja “para o gasto”, até julho, quando deverão contratar outro, já que só há Dodi que é insuficiente na posição; e são urgentes dois zagueiros, Uvini saiu, Kannemann e Geromel vivem lesionados ou com desgaste, Ely não serve, Gustavo Martins tem bom valor de mercado, mas precisa aprimorar seu jogo, até porque quase não é escalado. Clubes do Brasil e a Europa querem Gustavo Martins, que vale 7M de euros aproximadamente. Só entrou quando o Cãonnemann saiu, Ely sendo titular à frente do campeão continental pela Seleção Sub-20: como pode? Gustavo Nunes reserva para um Soteldo que não vem bem? Nathan Fernandes só ganha poucos minutos?


É hora de gastar dinheiro e repensar várias coisas no Imortal. Mesmo tendo antecipado um alto valor da Libra, mais placas de publicidade, o Grêmio não contrata. Tem até dia 19 para contratar jogadores que jogaram finais nos estaduais, embora no meio do ano vá haver jogadores mais qualificados na janela que se abre, que poderão ser incrementados ao time. O fato é que o Tricolor precisa contratar para JÁ 1o volante e zagueiro titular, até o meio do ano.



Parece que só quem é oferecido por empresários - ou se oferece para jogar no clube, como Caíque e Marchesín - é contratado. Aliás, HOJE, eu colocaria Caíque à frente de todos os goleiros. Falhou, sim, mas não comprometeu tanto assim e salvou mais que "entregou". Ao contrário de Marchesín e Grando. Ninguém pode ser escalado por status ou salário. Pescador que o diga, e não conseguem "se livrar" do jogador.


Enfim, com este time de hoje, 0 finalizações no primeiro tempo contra o mediano Vasco (que está contratando a todo vapor), o Grêmio briga para não cair na Série A e está virtualmente eliminado da Libertadores da América.



Urge rever preparação física, competência do DM, preparador de goleiros, a necessidade de um 1o volante cão de guarda que não existe há uns 3 anos no Tricolor do Humaitá, zaga renovada, um 9 para fazer sombra a Diego Costa, um meia para concorrer com Cristaldo ou substituí-lo quando necessário.



Há negociações com Edenílson, ex-Inter e atual Atlético-MG. É pouco, embora possa ser útil - mas a defesa deve ser prioridade. Todo mundo sabe que Marchesín não sai do gol e não se estica para pegar a bola, além de dar rebotes como no primeiro gol do Vasco hoje. É pecado procurar outro goleiro, Marchesín vai ficar chateado? Rafael Cabral do Cruzeiro é uma boa. Foi contestado, com tudo o que ganhou, e está sem clima para seguir no clube.



No time de Renato Portaluppi, todo gremista sabe que Ely, Dodi, Du Queiroz e Marchesín foram erros. Admitam. O quanto Renato insistiu com Grando, Bressan e outros que literalmente nos tiraram títulos.



Consertem os erros antes que seja tarde: contratem e deixem quem empobrece o time de lado. Não é só o Pescador. É uma barca de jogadores para sair, outra para chegar.


O Hepta veio, mas a Libertadores mostrou que o Imortal não tem grupo e muitos titulares não podem fardar na equipe principal. É hora de colocar a mão na consciência e no bolso, parar com teimosia e com apostas, contratar com ousadia, treinar e testar modelos táticos e jogadores, relegar alguns superestimados. Reinventar-se, encontrar os motivos dos fracassos em campo e fora dele e ter coragem e assertividade para mudar.


O clube de Porto Alegre está em crise. A torcida segue apoiando, mas uma hora “enche o saco”. A direção não pode esnobar quem sustenta o clube. Renato não pode fazer provocações e culpar apenas outros em suas escalações de “Professor Pardal”, apesar da carência de reforços.


Vamos aguardar. Só mudanças drásticas e urgentes salvam o Grêmio de um ano de pesadelo. Não dá para esperar até julho: agora dá para contratar ao menos jogadores melhores, até dia 19, e depois, em julho, as "cerejas do bolo". É só ter criatividade para "tirar leite de pedra" e fazer bons negócios.




VEJA TAMBÉM
- O futebol não tem coração
- Detalhes da Camisa III do Grêmio para a Temporada 2024
- Ex-grêmio acerta transferência para rival da série A em negociação surpresa






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

21/5/2024





20/5/2024