Gre-Nal feminino: Capitã Tayla destaca mudança de energia para partida inédita.

o desafio da estreante Tayla no Gre-Nal feminino: a pressão da rivalidade e a expectativa de vitória.


Fonte: -

Gre-Nal feminino: Capitã Tayla destaca mudança de energia para partida inédita.

O primeiro Gre-Nal feminino do ano, que ocorre nesta segunda-feira, às 20h, está reco de caras novas. Uma delas, no lado gremista, é a zagueira Tayla. Contratada como reforço para a temporada de 2024, a defensora tem um vasto currículo e já ganhou a braçadeira de capitã da equipe. Aos 31 anos, ela se prepara para disputar o primeiro Gre-Nal com a camisa tricolor. Mas já foi apresentada ao clima de rivalidade que cerca o clássico, também no futebol feminino. – Quando eu cheguei aqui, o que foi falado é do Gre-Nal. Não foi nem de Campeonato Brasileiro. Como a energia muda, como as meninas mudam, o comportamento delas muda (com a chegada do clássico) – comentou Tayla.

Grêmio e Inter chegam em momentos diferentes. O Tricolor faz um bom início de campeonato, com duas derrotas e duas vitórias e atualmente ocupa o oitavo lugar na tabela, entre as classificadas a próxima fase. O objetivo é buscar uma vitória no clássico para se firmar no G-8. – A gente sempre fica em estado de alerta, né? São jogos difíceis, foram jogos difíceis (até aqui no Brasileiro), que a gente falhou em alguns. Mas eu acredito que a gente vai amadurecer durante a competição e tudo vai dar certo – projeta.

Tayla, zagueira do Grêmio em treino pré clássico Gre-Nal — Foto: Morgana Schuh/Grêmio
Tayla, zagueira do Grêmio em treino pré clássico Gre-Nal — Foto: Morgana Schuh/Grêmio

Na última temporada, o Grêmio não conseguiu a classificação. A comissão técnica passou por mudanças com a chegada da técnica Thaissan Passos e, no total, sete novas atletas desembarcaram no clube. Tayla foi uma delas e chega com experiência que pode ser o diferencial no clássico. – Lá em São Paulo a gente falava isso: clássico não se joga, se ganha. E aqui é o Gre-Nal. É o que toda energia do derby proporciona e, realmente, eu estou sendo tomada por essa energia e espero corresponder às expectativas.

Tayla se tornou rapidamente um dos pilares da equipe do Grêmio. Foi titular em todos os quatro jogos na temporada e é vista como uma liderança, tanto que recebeu a braçadeira de capitão. Curiosamente, ela tem uma relação positiva com a capitã das rivais. Bruna Benites, zagueira das Gurias Coloradas, foi parceira de zaga da defensora gremista na seleção brasileira. – Eu tenho um ótimo relacionamento com ela. Tanto é que a gente se trata como irmãs, né? A gente conviveu muito tempo juntas. E éramos as "torres gêmeas". E eu acho que isso enriquece, né (o clássico)? São duas atletas experientes – comentou a zagueira.

Tayla, capitã das Gurias Gremistas — Foto: Morgana Schuh/Grêmio
Tayla, capitã das Gurias Gremistas — Foto: Morgana Schuh/Grêmio

O Gre-Nal dessa segunda-feira será o primeiro clássico do ano. Além do clássico no Campeonato Gaúcho, a ser disputado no final da temporada, as rivais ainda podem se encontrar nas fases seguintes do Brasileiro, caso consigam a classificação. Inter e Grêmio entram em campo às 20h desta segunda-feira, no Sesc Campestre, em Porto Alegre. O duelo é válido pela 5ª rodada do Brasileirão feminino Série A1 e terá transmissão do sportv e acompanhamento em tempo real pelo ge .



VEJA TAMBÉM
- O futebol não tem coração
- Detalhes da Camisa III do Grêmio para a Temporada 2024
- Ex-grêmio acerta transferência para rival da série A em negociação surpresa






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

21/5/2024





20/5/2024