1Win

Renato Gaúcho confia em evolução do Grêmio na Arena após desempenho discreto.

Renato Gaúcho avalia desempenho do Grêmio e projeta próximos desafios no Gauchão e na Libertadores.


Fonte: -

Renato Gaúcho confia em evolução do Grêmio na Arena após desempenho discreto.

Renato Gaúcho orienta o Grêmio Foto: Divulgação / Grêmio / Esporte News Mundo O Grêmio e o Juventude empataram sem gols, no Alfredo Jaconi, pelo jogo de ida da final do Gauchão, neste sábado (30). Na entrevista coletiva dada após a partida, Renato Portaluppi avaliou o duelo realizado em Caxias do Sul. Para o técnico gremista, as duas equipes apresentaram um baixo nível técnico. O treinador admitiu que o Tricolor ficou "devendo" e afirmou que o seu time precisa se esforçar mais atuando na Arena. — Tínhamos que competir com o Juventude. Ficamos devendo. Jogo muito truncado, meu time é bastante técnico e ficamos devendo, até pela marcação do Juventude. Lá (na Arena) precisamos jogar mais, apoio de 50 mil pessoas e o gramado vai favorecer. Essas armas vamos ter a nosso favor, mas lógico que ficamos devendo. Na pior das hipóteses, um 0 a 0 está de bom tamanho — ponderou. Apesar da declaração, Renato também demonstrou confiança na busca pelo heptacampeonato. Ele ressaltou entender que seus atletas têm boas chances de desempenhar um futebol melhor tanto pelo gramado que possuem dentro de casa quanto pelo apoio dos torcedores tricolores. — Teremos mais 90 minutos na Arena. Não quer dizer que o Grêmio vá ser campeão, mas teremos o apoio da torcida. Hoje não fomos tão bem assim, daqui uma semana será outro jogo, até porque o gramado faz com que a bola ande mais, como os jogadores gostam — disse Renato Gaúcho. Tendo a conquista do Campeonato Gaúcho como a maior das suas prioridades, o técnico trouxe uma informação importante durante a entrevista. Renato expressou a sua preocupação em relação ao calendário apertado, e indicou que por este motivo não poderá colocar todos os titulares em campo contra o The Strongest, na Bolívia. — É um problema sério. Não tem como ir com força máxima (para as duas partidas). Primeiro lugar temos a revisão médica amanhã, a partir de amanhã decido quem vai viajar, quem vai jogar. Agora levar todo mundo é impossível. Quem muito quer, nada tem. Viagem, cansaço, altitude, é uma guerra lá, e sábado tem outro jogo. Não tem como — afirmou. O Imortal estreia na Libertadores enfrentando o campeão boliviano de 2023. O começo da busca pelo tetracampeonato da competição continental acontecerá no Hernando Siles, em La Paz, na próxima terça-feira (2), às 21h, no horário de Brasília. Quatro dias depois, no sábado (6), vai disputar a finalíssima do Gauchão, recebendo o Juventude, na Arena. Qualquer vitória simples dá o título ao Tricolor. Em caso do empate persistir, a decisão vai para os pênaltis. Novamente com pouco tempo de descanso, já na terça-feira (9), também na Arena, pela segunda rodada do grupo C, o Grêmio terá pela frente o Huachipato, do Chile, que, assim como o The Strongest, é o atual campeão nacional.

Renato Gaúcho orienta o Grêmio
Divulgação / Grêmio / Esporte News Mundo


VEJA TAMBÉM
- Grêmio perde para o Huachipato na Arena e se complica na Libertadores
- Tricolor escalado para o jogo contra o Huachipato
- Presidente do Grêmio busca novo zagueiro após saída de Bruno Uvini





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

12/4/2024