Grêmio leva virada do Palmeiras e decide classificação na última rodada do Brasileirão Feminino

Tricolor precisará de uma vitória contra o São Paulo


Fonte: Gauchazh

Grêmio leva virada do Palmeiras e decide classificação na última rodada do Brasileirão Feminino
Fonte: Gauchzh
(Bárbara Assmann/Grêmio FBPA)
Shashá marcou o único gol gremista

As Gurias Gremistas decidirão o futuro no Brasileirão Feminino na última rodada. Nesta segunda-feira (5), diante do Palmeiras, o time até saiu na frente, mas levou a virada por 2 a 1, em Jundiaí. Agora, a classificação aos mata-matas terá de ser buscada no jogo derradeiro contra o São Paulo, em casa. Shashá, pelo Tricolor, Lorena Benítez e Letícia Ferreira, para o Verdão, anotaram os gols do confronto.

Com o resultado, o Grêmio estacionou nos 19 pontos e está na nona colocação. A última partida será em duelo direto contra o São Paulo, que é sétimo, com 22 pontos, e tem as mesmas seis vitórias. As comandadas de Felipe Endres precisarão vencer para depender apenas de si. O Avaí Kindermann, que é 10°, tem 19 pontos, mas tem saldo inferior.

A próxima e última rodada será na segunda-feira, 12 de junho, com todas as partidas às 15h. Antes disso, a equipe ainda fica de olho em outro concorrente direto. O Cruzeiro, que fecha o G-8, ainda joga na rodada contra a Ferroviária, às 19h, no Sesc Alterosas, em Belo Horizonte.

Para o duelo em São Paulo, o técnico Felipe Endres repetiu a mesma formação que venceu o Gre-Nal, com: Vivi Holzel; Mónica Ramos, Tuani e Pati Maldaner; Shashá, Jessica Peña, Caty e Natane; Rafa Levis, Raquel Fernandes e Cássia.

A primeira chance mais clara da partida foi com o Grêmio aos nove minutos. Cássia brigou com a defesa e conseguiu o passe para a Caty, na entrada da grade área. Na sua característica, a camisa 11 arriscou o chute, tentando o ângulo direito da goleira Bobadilla. A bola saiu para fora. A resposta do Palmeiras veio em ataque rápido, pelo lado esquerdo, com Bia Zaneratto. A conclusão saiu fraca após o desvio da zaga gremista.

Depois de tantas bolas erguidas para a área de defesa do Grêmio, o Palmeiras quase tirou o zero do placar. No cruzamento da direita de Amanda Gutierres, Laís Estevam conseguiu o toque e Vivi fez a defesa no primeiro momento. No rebote, a centroavante ainda tentou de letra, mas a goleira gremista salvou novamente, aos 20 minutos.

Em toques rápidos, as gremistas criaram boa chance. Depois de conseguir avançar e driblar a goleira, Caty cruzou para dentro da grande área, mas Rafa Levis errou o domínio. A sobra ficou com Shashá, que chegou batendo de longe. A bola ficou nas mãos de Bobadilla.

Não demorou muito para a artilheira do Brasileirão aparecer. Amanda Gutierrez recebeu pelo lado direito e soltou a bomba. Vivi espalmou. Na sequência, Laís Estevam teve nova chance, mas a conclusão saiu para fora.

A partir dos 35 minutos, Vivi passou a ser o nome do primeiro tempo. Andressinha recebeu de frente para o gol, na entrada da grande área, e tentou o chute colocado. A bola ficou nas mãos da goleira gremista. Aos 40 minutos, a camisa 1 do Grêmio salvou mais uma. No contra-ataque puxado por Amanda Gutierres, Bia Zaneratto passou pelas zagueiras e bateu rasteiro. Vivi salvou com as pernas.

Antes do apito final, o Palmeiras fez sua décima finalização. No cruzamento do lado direito para dentro da pequena área, Yamila tentou o chute cruzado de perna esquerda, a bola bateu  na rede pelo lado de fora.

Na volta do intervalo, o Grêmio veio com mudança: Brito entrou na zaga no lugar de Mónica Ramos.

O Palmeiras começou com o mesmo ímpeto da etapa inicial. Na bola cruzada para área de Katrine, Laís Estevam tentou o cabeceio, mas a bola saiu ao lado da trave esquerda.

Aos 12 minutos, em troca de passes, Amanda Gutierres recebeu na ponta esquerda e cruzou. Bia Zaneratto recebeu na meia-lua da grande área e bateu colocado. Vivi só acompanhou o chute que saiu ao lado da trave direita. Para segurar as adversárias, o Grêmio tinha todas as atletas atrás da linha da bola, tentando aproveitar os contra-ataques. E foi assim que, aos 21 minutos, após o lançamento preciso de Rafa Levis, Shashá arrancou pelo lado direito e bateu rasteiro, forte, na saída da goleira Bobadilla.

Logo após o gol, os dois técnicos mudaram. O Palmeiras teve as entradas de Dudinha e Letícia Ferreira nas vagas de Yamila Rodrigues e Laís Estevam, respectivamente. No Grêmio, Rafa Levis e Natane saíram para os ingressos de Dani Barão e Agostina. Raíssa Bahia ainda entrou no lugar de Shashá.

Na bola parada, aos 29 minutos, Bia Zaneratto tentou surpreender em cobrança de falta. Na entrada da área, ela tentou o chute rasteiro por baixo da barreira, mas Vivi pegou no meio do gol.

De tanto empilhar chances, o Palmeiras chegou ao gol. Na troca de passes, Lorena Benítez recebeu dentro da pequena área e bateu rasteiro, sem chances para a goleira gremista. Era o empate aos 34 minutos.

Aos 38 minutos, o Grêmio chegou a comemorar a virada. Mas o gol de Dani Barão foi anulado por impedimento. Depois do lance, atletas dos times se desentenderam dentro do campo e foram advertidas com cartões amarelos.

Já nos acréscimos, a superioridade do Palmeiras nas ações da partida resultou na virada. Aos 49 minutos, Letícia Ferreira recebeu de Bia Zaneratto, que construiu todo o lance, e bateu de primeira, no canto de Vivi.

Aos 52 minutos, o Tricolor balançou as redes novamente com Raquel Fernandes. No entanto, o bandeira assinalou impedimento. O que parecia uma vitória heroica no segundo tempo, terminou com derrota no apito final.

O Tricolor precisará se superar mais uma vez se quiser avançar para os mata-matas. A chance está depositada na última rodada contra o São Paulo, em casa.

Brasileirão Feminino — 14ª Rodada — 5/6/2023

PALMEIRAS (2):
Ali Bobadilla; Bruna Calderan, Lorena Benítez e Katrine; Duda Santos, Amanda Gutierres, Bia Zaneratto e Yamila Rodríguez (Dudinha, 22"/2°); Andressinha (Vitorinha, 37"/2°), Flávia Mota e Laís Estevam (Letícia Ferreira, 22"/2°). Técnico: Ricardo Belli.

GRÊMIO (1):
Vivi Holzel; Mónica Ramos (Brito, int.), Tuani e Pati Maldaner; Shashá (Raíssa Bahia, 29"/2°), Jessica Peña, Caty e Natane (Agostina, 22"/2°); Rafa Levis (Dani Barão, 22"/2°), Raquel Fernandes e Cássia. Técnico: Felipe Endres.

GOLS: Shashá (G), aos 21 minutos, do segundo tempo; Lorena Benítez, aos 34 minutos, e Letícia Ferreira, aos 49 minutos, do segundo tempo
CARTÕES AMARELOS: Yamila Rodríguez, Duda Santos, Flávia Mota, Katrine e Lorena Benítez (P); Raquel Fernandes, Shashá, Jéssica Peña e Pati Maldaner (G)
ARBITRAGEM: Gustavo Holanda Souza, auxiliado por Bruno Silva de Jesus e Vladimir da Silva. O trio de São Paulo.

LOCAL: Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí



VEJA TAMBÉM
- Clássico Gre-Nal 442: transmissão e escalações
- QUANDO VOLTA? Grêmio critica gestão da Arena por falta de informações básicas
- Retornos importantes para o Grêmio no clássico GreNal 442






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

22/6/2024






21/6/2024