Perda de mando, jogos descontados e multa: os cenários para o Grêmio no julgamento do STJD

Caso pegue pena máxima, Tricolor ficará sem apoio dos gremistas até o fim do Brasileirão


Fonte: Gaúcha ZH

A Primeira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgará o Grêmio na próxima segunda-feira (29) pela invasão de campo de seus torcedores após o apito final da partida contra o Palmeiras, na Arena. Atuando com portões fechados por conta de uma liminar, dependendo do tamanho da punição, os gremistas poderão estar na Arena já no jogo do dia 2 de dezembro, contra o São Paulo.

O Grêmio tentou em duas chances derrubar a medida emitida pelo presidente do Tribunal, Otávio Noronha, mas não obteve sucesso. Desde a decisão do STJD, o Tricolor atuou por três vezes sem a presença de público na Arena (Fluminense, Bragantino e Flamengo). De acordo com Marcelo Amoretty, advogado especialista em direito desportivo, essas partidas serão "descontadas" da sentença aplicada ao tricolor.

— Esses jogos entram na contabilidade da pena. Quando sair a pena definitiva, caso o Grêmio seja declarado culpado, as partidas em que o clube está jogando sem torcida serão descontadas da pena final — afirma.

Já são seis jogos em que o Tricolor não pôde contar com o apoio de seu torcedor — somando os jogos em Porto Alegre e como visitante. Segundo Amoretty, caso a sentença seja dada de forma geral, jogos dentro e fora de casa, esses compromissos também serão descontados.

— Tudo depende de como será a decisão do STJD. Se for contabilizado que serão tantos jogos fora e em casa, essas partidas em que o Grêmio não teve torcida como visitante entram também. Mas tudo dependerá de como e qual será a punição estabelecida durante o julgamento — explica.

O Grêmio responderá por desordem, invasão e lançamento de objetos no campo. O procurador-geral do STJD, Ronaldo Piacente, denunciou o clube com base no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata de invasão de campo, e também no artigo 211, por "deixar de manter o estádio com estrutura necessária para garantir segurança". A pena prevista é de multa de até R$ 100 mil e perda de mando de uma a 10 partidas. O lateral Rafinha ofendeu a arbitragem na ocasião e também será julgado.

Os cenários para o Grêmio no STJD

Se pegar pena máxima (10 jogos) - só terá torcida na Arena em 2022

Se pegar até seis jogos (dentro e fora de casa) - voltará a ter torcida contra São Paulo

Se pegar até três jogos (só dentro de casa) - voltará a ter torcida contra São Paulo

LEIA TAMBÉM: Veja os detalhes da provável saída Jean Pyerre do Grêmio para o Alavés

E MAIS: Diego Souza cogita adiar aposentadoria em caso de rebaixamento do Grêmio




Comentários



3 jogos e R$ 100 mil nois serve ja poderia jogar contra o SP na Arena com torcida

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

4/12/2021


3/12/2021