Grêmio tenta manter força mental depois de eliminação

Primeira derrota com Luiz Felipe Scolari gera queda na Sul-Americana, e o próprio treinador reforça trabalho psicológico para tirar equipe da zona de rebaixamento


Fonte: globoesporte.com

Lucas Uebel/Grêmio
A eliminação na Copa Sul-Americana, na última terça-feira, deu ao Grêmio um novo desafio sob o comando de Felipão: o trabalho mental e a reação a partir de um resultado negativo, algo que ainda não havia ocorrido com o treinador.




O sábado será de confronto direto com o América-MG dentro da zona de rebaixamento, mais um motivo para o Tricolor rapidamente mostrar força. As duas vitórias consecutivas, sobre LDU e Fluminense, deram um arranque na melhora. Mas a virada sofrida para os equatorianos estremeceu novamente o processo.

Nos últimos dois dias, Felipão conversou com os jogadores e, claro, fez correções nos trabalhos. O treinador pode não contar com Pedro Geromel para a partida — Kannemann já estava fora. Dois dos líderes do elenco justamente em um momento de necessidade de reação rápida.

— Terminamos o jogo (contra a LDU) com seis ex-juniores. Com calma vamos mostrando, e eles assimilam. Saímos de uma competição que esperávamos continuar. Vamos trabalhar, superar as dificuldades. É o que a gente pode fazer para dar alguns passos e ficar tranquilo até o fim do primeiro turno — destacou Felipão.


O Tricolor ainda não havia vivido esse contexto com o treinador. Eram duas vitórias e um empate com Scolari. No quarto jogo, uma eliminação com virada em plena Arena para apresentar um cenário diferente.

Terá de vivenciar o momento sem as lideranças dos zagueiros e de Maicon em campo. Aliás, o diagnóstico interno de que falta um homem de voz mais forte na hierarquia do vestiário segue — e Felipão tenta preencher essa lacuna.

Na própria partida diante da LDU, o Grêmio admitiu ter sofrido um baque com o gol sofrido por Alcívar, aos 44 minutos do primeiro tempo. Alisson reconheceu que o time "sentiu muito", e isso teve impacto na atuação após o intervalo.

O treinador reserva esta sexta-feira para mostrar vídeos aos atletas e passar lances equivocados ou corretos. Na quinta, já houve uma atividade tática e inclusive se cogita uma escalação com três zagueiros.


Fizemos o gol, tomamos um gol no fim do primeiro tempo e deu um baque. Sentimos muito neste momento. Que a gente possa remoer, ficar triste, doer e se cobrar para buscar nosso objetivo no Brasileirão.
— Alisson

— Paciência, ter a cabeça, psicológico forte para sábado. Temos um jogo difícil contra o América-MG. Vamos vir focados, muito fortes. Deixar para trás isso que passou.Temos que sentir, uma desclassificação que não esperávamos, mas vamos continuar trabalhando, com humildade, pés nos chão e união para dar a volta por cima — apontou Alisson.

Felipão deve ter novidades no time. Douglas Costa volta a ficar à disposição, mas Kannemann é desfalque, suspenso, e Geromel ainda segue como dúvida. O capitão tem um desconforto no quadril e será reavaliado nesta sexta-feira.



O zagueiro Ruan entra na defesa. Paulo Miranda também pode atuar pelo setor. Aliás, existe a possibilidade de Rodrigues entrar na equipe, o que será definido no treino desta sexta.

O Grêmio é o vice-lanterna do Brasileirão com seis pontos. Está a três do América-MG, em 18º, e a cinco do São Paulo, primeiro time fora da zona de rebaixamento. O duelo com o Coelho ocorre às 17h de sábado, na Arena.




Grêmio, Brasileiro, Treino

LEIA TAMBÉM: Vanderson será julgado no STJD por expulsão na Copa do Brasil

E MAIS: Gabriel Chapecó fala sobre parceria com Brenno fora de campo e escalada até a titularidade




Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

23/9/2021



Opinião!! - 15:20 (0)

Coincidências dos 10














22/9/2021