Grêmio põe em prática plano de enxugar o elenco para Felipão e diminuir folha salarial

Jogadores fora dos planos treinam separados do grupo principal e alguns jovens retornaram ao time sub-21. Clube não descarta empréstimo de atletas por mais rodagem


Fonte: Globo esporte

Desde a chegada de Felipão, o Grêmio trabalha para enxugar o elenco a pedido do técnico. De quebra, mira diminuir a folha salarial. O meia Everton, o goleiro Paulo Victor e o lateral Victor Ferraz já treinam separado do grupo enquanto buscam novo clube para atuar. Em outra ponta, alguns jovens retornaram para a equipe sub-21.



Atualmente, o Grêmio gasta próximo dos R$ 14 milhões mensalmente com seus jogadores. E pretende reduzir em pouco mais de R$ 2 milhões esse montante.



— Temos uma situação de previsão orçamentária, pode baixar ou aumentar, mas estamos em uma média um pouquinho acima do que prevíamos. Vamos chegar ao final do ano equilibrados — comentou o presidente Romildo Bolzan Júnior em live com torcedores.

Léo Chú, por exemplo, pode deixar a equipe. Ele foi usado em somente dois dos quatro jogos do Tricolor com Felipão. O Fluminense tem interesse no atacante, embora o Grêmio não confirme que tenha sido procurado nem planeje negociar o jogador. Darlan e Jhonata Robert também têm possibilidade de sair.



Já Rodrigues tem sondagens de fora do país e sabe que as chances são pequenas para a temporada. Mas o Grêmio havia recusado emprestá-lo e quer uma venda definitiva.

Trio fora dos planos e jovens

O trio Paulo Victor, Everton e Victor Ferraz treina em turno diferente ao elenco principal, conforme já havia informado o vice de futebol Marcos Herrmann após o Gre-Nal. O goleiro, aliás, tem em andamento uma negociação para rescindir o vínculo, que vai até o fim de 2022.

Ferraz tem contrato até o fim da temporada, enquanto o de Everton se encerra no final do próximo ano. O meia-atacante tinha como intenção deixar o Grêmio na atual janela e jogar fora do Brasil.

Outros jovens retornaram ao time de transição para atuar com frequência, como o centroavante Elias, o meia Pedro Lucas e o zagueiro Emanuel. Tudo isso para diminuir o elenco a pedido de Felipão, embora não haja impacto na folha salarial.


Pedro Lucas se reuniu com a diretoria para tratar da situação. O Grêmio alega que, apesar de toda reconhecida qualidade técnica, ainda falta evolução física para o meia aguentar jogos mais intensos. O meia pode, inclusive, buscar um empréstimo no mercado para atuar com frequência.


— O Grêmio trabalha a ideia de fixar um plantel de 30 jogadores, no máximo 33. Não mais ter 40, 42. Fechar o plantel neste volume é o mais importante neste momento, não ter jogadores em excesso. Há muitos retornando para a transição, alguns serão emprestados, disponibilizados, depende de cada situação de negócio — esclareceu Romildo.

Depois da queda na Sul-Americana, o Grêmio volta as atenções para o Brasileirão. No sábado, tem confronto direto com o América-MG, na Arena, a partir das 17h, para tentar dar mais um passo contra o rebaixamento.

LEIA TAMBÉM: Após derrota para o Bragantino, Grêmio chega a 8 jogos sem gols e se isola como pior ataque no Brasileiro




Comentários



Humberto Mendes     

Se comesar a devolver jogadore da base e vender os que ja estao no grupo principal sem chance como muitos medalhoes eu nao vou mais ser socio e farei campanha contra pedindo que nao pague mais !

Luis Rogerio     

Gosto de gestao equilibrada, mas fora os tres queestao em separadoquer vender os jovens, e me cai os butia do bolso DARLAN tambem, sera que todos nos nao sabemos nada de futebol? E outra PAULINHO, mais um volante, RUAN ta sendo adaptado para volante, QUANTOS VOLANTES QUEREM TER? Nao pensara, que geromel e kanemann envelheceriam? E o lateral? Agira falam em mandar embora os noos e baratos e deixar os cavalos de 30min pir mes jogando? Ta na hora da torcid voltar ai a gente pode dizer fulano vtnoc

Milton Reincher     

Isso vende Rodrigues e segura Cortez Paulo Miranda e outros que sao bom que palhaçada

Roberto Puglia     

É isso aí Leia e demais...so pode ser intencional..nao há outra explicação

Leia Boaroli     

Ridículo 2021 para os gremistas. Parabéns presidente

Sergio Sehn     

Olha esta.muito difícil tem times contratando e o grêmio nada o diego Souza nao da mais

Celso de Cezaro     

Como pode, tem vários times do Brasil quebrados , tipo Corinthians , Atlético mineiro, e investindo horrores em contratações. O que se passa afinal?

Marcelo Avila     

O problema é sempre o mesmo. Dinheiro. O planejamento é bom, mas a torcida fica chupando o dedo e vendo o time perder pra times pequenos e titulo atras de titulo. Tá na hora de gastar pra formar um time competitivo.

Jorge Lacerda     

Não consigo entender o Corintias time quebrado mas pensando alto pois só com titulos se consegue receita contratou o Giuliano e o Renato Augusto e o Grêmio nada diretoria totalmente amadora

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

2/8/2021







1/8/2021









Tática Didática - 12:25 (10)

[ANÁLISE] Um Grêmio que não engrena