Menon : "Eliminação do Grêmio na Sul-Americana dá tranco na paz de Felipão".


Fonte: uol esporte

Lucas Uebel/Grêmio
O Grêmio se despediu da Copa Sul-Americana nesta terça-feira (20). Mesmo jogando em sua arena, o Tricolor gaúcho perdeu de virada por 2 a 1 para a LDU e foi eliminado do torneio continental. Foi a primeira derrota da equipe após o retorno de Felipão.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Isabella Ayami, Menon, Rodrigo Mattos e Rodolfo Rodrigues - os comentaristas analisaram a eliminação gremista e os efeitos que esta queda pode trazer ao time, que está na zona de rebaixamento do Brasileirão.



"Na Sul-Americana, ele considerado por muita gente como o favorito, o time que iria sobrar. Já foi eliminado. Acho que dá um tranco na paz do Felipão. Ele estreou contra o Inter e manteve o que o Renato [Gaúcho] tinha feito, de perder pouco para o rival. Depois ganhou do Fluminense e da LDU. Nenhum gol sofrido em três jogos, começa a ficar animado e vem esse baque. O Felipão pegou o time muito mal e precisa fazê-lo chegar em uma posição bem melhor, pelo menos entre os dez primeiros", comentou Menon.

Para Mattos, a classificação do time equatoriano esteve longe de ser uma zebra. "O Felipão vai fazer o que sempre faz: armar a defesa, jogar lá atrás e começar a explorar contra-ataque.É a mesma coisa que ele faz há 800 anos e o que vinha fazendo nesse início de trabalho no Grêmio. No primeiro jogo contra a LDU, o time basicamente jogou se defendendo e conseguiu achar um gol. Não acho [a eliminação] surpreendente porque a LDU é um bom time", analisou.

Rodrigues acha que o Tricolor gaúcho tem oscilado muito e, de forma geral, não consegue apresentar um bom futebol. "O Grêmio vive momentos de altos e baixos nesta temporada. Sofreu muito no início do trabalho do Tiago Nunes. Mudou muito o patamar do time, que foi até campeão gaúcho, mas teve um começo péssimo no Brasileirão. Passou fácil pela fase de grupos da Sul-Americana contra adversários muito limitados. O time perdeu um pouco o rumo. Tem colocado uma molecada para suprir a má fase dos titulares e não tem funcionado muito bem. Não tem mostrado um bom futebol. Pelo resultado do jogo de ida, a eliminação surpreendeu, mas pelo futebol que o Grêmio vem apresentando, é até normal hoje" opinou.



A torcida gremista não deve esperar um restante de temporada dos mais promissores, segundo Mattos. "Todas as apostas que foram feitas deram errado. A aposta de agora e tentar voltar a ser o Grêmio que era antes, trancado atrás e ganhar uma Copa. A primeira já foi. Vai ter que se salvar no Brasileiro, que não é tão difícil para o time que Felipão tem na mão. Vai ser o estilo Felipão até o fim do ano: retranca, bola aérea, esticada lá na frente", finalizou.





Grêmio, LDU, Sul-Americana

LEIA TAMBÉM: Após derrota para o Bragantino, Grêmio chega a 8 jogos sem gols e se isola como pior ataque no Brasileiro




Comentários



Felipão só não perdeu todos os jogos que está como trenador por conta do Chapecó Felipão tem que carregar o Chapecó no colo 24 horas por dia

Roberto Puglia     

Ja passou a hora de acordar ha.muito tempo Antonio... agora é só toever muito para não vir o pior. Enquanto o time afunda, direção descansa e dorme. Não são competentes pawa dirigir o Grêmio.

Com as limitações do elenco agora é focar no brasileiro para não termos uma decepção maior. Acorda Romildo contratar é preciso ,urgente.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

2/8/2021







1/8/2021









Tática Didática - 12:25 (10)

[ANÁLISE] Um Grêmio que não engrena