Presidente do Grêmio rebate alfinetada do Inter:"Cada um paga o preço daquilo que diz"

Na ocasião, dirigente colorado ironizou a situação gremista no Brasileirão


Fonte: -

Lucas Uebel/Grêmio
O Grêmio vive um momento de retomada na temporada. No sábado (17), o time do técnico Luiz Felipe Scolari bateu o Fluminense, por 1 a 0, e conquistou a primeira vitória no Brasileirão. Em entrevista ao programa Papo com o Presidente, do canal gremista, no YouTube, o presidente do clube, Romildo Bolzan, foi questionado a respeito da alfinetada por parte do mandatário do Inter, Alessandro Barcellos, logo após o Gre-Nal 433.



Na ocasião, o Tricolor ainda não havia vencido na competição o ocupava a lanterna na tabela de classificação. Com isso, o dirigente colorado corneteou a situação gremista: "Tem gente lá atrás que não tem nem para onde olhar".


— Eu não sou censor de ninguém. O que está dito, está dito. Cada um paga o preço daquilo que diz. A mim não afetou. Essas coisas acontecem. Quero até dar um relato sobre um episódio que tive com o ex-presidente Marcelo Medeiros. O Inter estava na segunda divisão e fui provocado com uma pergunta se eu secava o Inter, para que ele fosse mais rebaixado. A minha resposta, do lado do presidente Medeiros, foi de que o que eu não quero para mim, eu não quero para os outros. Não quero que o Inter passe por essa situação que estamos passando. Tomara que não precise. Que bom que os dois clubes possam estar, permanentemente, em uma condição boa — afirmou Romildo.

Voltando ao Brasileirão, Romildo acredita na recuperação gremista no campeonato, mas admite que o título é algo distante, visto a quantidade de pontos desperdiçados neste início. O dirigente, no entanto, reforçou a confiança na disputa da Copa do Brasil e da Sul-Americana.

— Tenho para mim que o Grêmio deve 14 pontos no campeonato (Brasileirão), sempre com aquela questão de ganhar dentro de casa e empatar fora. Vamos ter de recuperar esses pontos no longo prazo. No Brasileirão, disputar o título acho extremamente difícil. Vamos ver onde chegaremos, mas o Grêmio tem chances, sim, de disputar qualquer competição. Temos a Sul-Americana nesta semana. A Copa do Brasil na semana que vem. Vejo o elenco do Grêmio capaz de competir. Não sei se para ser campeão, mas vamos competir — ressaltou.



Volta de Renato foi cogitada?

Logo após a saída de Tiago Nunes, e antes do acerto com Felipão, o nome de Renato Portaluppi foi especulado para retornar ao Grêmio. Mesmo que esteja muito bem avaliado dentro do Tricolor, Romildo negou que o nome do ídolo tenha sido cogitado.

— Não chegamos a cogitar. Ele saiu e veio o Tiago Nunes. O Renato até poderia entrar no perfil de estar vinculado com o clube, de chamar a responsabilidade para si, mas, com toda a franqueza, nós nunca chegamos a avaliar de uma maneira direta a volta do Renato, por ter sido algo recente — concluiu.


Grêmio, Presidente, Internacional

LEIA TAMBÉM: Após derrota para o Bragantino, Grêmio chega a 8 jogos sem gols e se isola como pior ataque no Brasileiro




Comentários



Flavio Dornelles     

O futebol vem sempre em segundo lugar

Flavio Dornelles     

Esse Romildo não da ênfase que só contratou 3 jogadores estando disputando 3 campeonatos. Estamos pagando pela avareza desse presidente financista

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

2/8/2021








1/8/2021









Tática Didática - 12:25 (10)

[ANÁLISE] Um Grêmio que não engrena