Douglas Costa apresenta forma física não ideal em estreia pelo Grêmio

Jogador fez sua estreia pelo tricolor gaúcho aparentando estar acima do peso


Fonte: torcedores.com

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
A aguardada reestreia de Douglas Costa com a camisa do Grêmio, que aconteceu nesta quinta-feira (17) gerou uma repercussão diferente da esperada pelo torcedor. Além de não ter conseguido evitar a derrota do time gaúcho para o Sport, o jogador chamou a atenção pela forma física. E não de uma maneira boa.



Sem atuar desde fevereiro deste ano, quando participou dos 15 minutos finais da vitória do Bayern de Munique sobre o Tigres no Mundial Interclubes, o meia-atacante parece ainda não ter reencontrado a forma física ideal. Pelo menos foi o que mostram as imagens da transmissão


Devido à falta de ritmo de jogo, Douglas Costa começou a partida no banco e só foi acionado por Tiago Nunes aos 17 minutos do segundo tempo, quando o Grêmio já perdia por 1 a 0 para adversário pernambucano. Enquanto se preparava para entrar, o camisa 10 se perfilou ao lado do lateral Rafinha, o que deixou ainda mais aparente sua forma física.





Revelado pelo clube gaúcho, Douglas Costa voltou ao clube e ao futebol brasileiro após 11 anos na Europa. Lá, atuou por Shakhtar Donetsk (UCR), Bayern de Munique e Juventus. Foi o clube italiano, inclusive, quem emprestou o jogador para o Grêmio, que o anunciou oficialmente no dia 21 de maio.

#gremio #imortal #tricolor #douglascosta #formafisicagregr

LEIA TAMBÉM: Após derrota para o Bragantino, Grêmio chega a 8 jogos sem gols e se isola como pior ataque no Brasileiro




Comentários



Mesmo assim ele deu um pouco mais de ânimo pro time... mais pra ganhar ritmo de jogo e saí jogando com Douglas quando cansar troca ele porque só jogando pra pegar ritmo

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

2/8/2021









1/8/2021









Tática Didática - 12:25 (10)

[ANÁLISE] Um Grêmio que não engrena