Excesso de jogos prejudica manutenção e preservação do gramado da Arena do Grêmio

Grama do estádio está mais amarelada, mas não interfere na prática do futebol


Fonte: Gaúcha ZH

Divulgação / Arena
O calendário apertado no fim de 2020 e início de 2021 não atrapalhou somente a preparação dos jogadores. Por conta da sequência ininterrupta dos jogos, o gramado da Arena do Grêmio também acabou sendo prejudicado na sua manutenção. O tom mais amarelado da grama da casa gremista tem uma explicação técnica, ainda que, segundo a empresa que cuida do gramado, não haja prejuízo técnico ao jogo.



O Ryegrass, conhecido como "grama de inverno", costuma ser plantado entre abril e maio de cada ano para suportar as baixas temperaturas do inverno gaúcho. Para que o plantio seja feito, é necessário o corte da "grama de verão", que geralmente ocorre em dezembro. Porém, com a junção das temporadas 2020 e 2021, não houve parada do calendário no fim do ano e, assim, também não foi realizado o corte vertical no período sem jogos.


Em 23 de abril, a Arena iniciou o processo para plantio da grama de inverno. No primeiro dia dos trabalhos de manutenção, foi executado o corte vertical e o rebaixamento das folhas. É este procedimento que "revela" o gramado de verão mais amarelado. Na sequência, foi plantado o Ryegrass.


Segundo a Arena, há um prejuízo pela sequência de jogos em maio e junho — foram cinco jogos até agora —, enquanto a nova grama está em desenvolvimento. Por isso, as folhas amareladas estão visíveis por mais tempo. A empresa reforça que o prejuízo é apenas visual não gera impactos à segurança dos atletas ou à jogabilidade.


Em outros anos, a condição do gramado da Arena foi criticada publicamente por técnicos e jogadores, geralmente entre maio e junho. Em 2018, após vitória diante do Defensor, pela Libertadores, Renato Portaluppi criticou o estado da grama. À época, o zagueiro Kannemann e o então lateral-direito Léo Moura também reforçaram o coro.


No ano seguinte, a Copa América foi realizada no Brasil e a Arena foi escolhida como uma das sedes. Foi a vez de Messi reclamar do piso. Renato também voltou a se manifestar e disse que já havia "gritado o suficiente". Logo após, o técnico Tite declarou que a situação do gramado era absurda.


Confira a nota da Arena sobre a condição do gramado em 2021

A Arena do Grêmio informa que os procedimentos de manutenção do gramado tiveram início no dia 23 de abril e seguiram até o dia 5 de maio, um trabalho que faz parte do calendário habitual e que envolve ações como o overseeding (sobressemeadura da espécie de grama mais resistente ao frio, o Ryegrass).


No entanto, ao longo do mês de maio e, agora, em junho tivemos uma sequência intensa de jogos, com partidas dos campeonatos Gaúcho, Sul-Americana e Copa do Brasil, que ocorrem enquanto a nova grama ainda está em desenvolvimento.


Lembramos que o corte vertical e o rebaixamento da grama costumam ser realizados pelas equipes de manutenção no final do ano, período em que normalmente ocorre o intervalo entre as competições profissionais. No entanto, especificamente neste ano de 2021, devido ao calendário atípico de campeonatos, foi necessário realizar as atividades antes da sobressemeadura.



Este corte vertical foi percebido pelo tom amarelado das folhas de grama, o que gerou um decréscimo no visual do campo, mas reiteramos que os atletas não sofrem qualquer interferência na qualidade do gramado em relação à segurança ou jogabilidade.

#gremio #imortal #tricolor #arena #gramado

LEIA TAMBÉM: Veja as explicações da queda de rendimento após nova derrota do Grêmio no Brasileirão

Com duas derrotas, Grêmio tem pior início no Brasileirão de pontos corridos




Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

14/6/2021


















13/6/2021