Veja como foram os bastidores da decisão da Conmebol por mudança no jogo do Grêmio


Fonte: Gaúcha ZH

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Desde sua chegada ao Equador, na tarde da última segunda-feira, a delegação do Grêmio viveu horas bastante agitadas. Já no desembarque no Aeroporto Internacional Mariscal Sucre, localizado em Tababela, cidade que fica 40 km a leste da capital equatoriana Quito, todos os integrantes do grupo foram submetidos a exames do método RT-PCR para detecção da covid-19.



Os exames voltaram a ser realizados ainda na noite de segunda, já no Hotel Hilton Colón, local escolhido para concentração até a partida programada para esta quarta-feira. Ainda houve tempo para os atletas realizarem uma atividade física nas dependências internas do hotel, antes do descanso.


Porém, já na manhã de terça surgiu a informação de que dois atletas tinham apresentado resultado positivo para a covid-19, fato confirmado pelo clube no começo da tarde. E a partir desse momento, uma virada de rumo começou a acontecer.


O treinamento previsto para às 16h30 local (18h3o de Brasília) acabou não ocorrendo por proibição das autoridades do Equador. Em função dos casos detectados de Vanderson e Paulo Victor, a decisão foi tomada pelo Comitê Nacional de Operações de Emergência (COE).


Impedido de deixar o hotel para treinar o Grêmio imediatamente acionou a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) para comunicar o fato.


"A medida que tivemos a proibição de realizar treino tático na véspera do jogo, temos a quebra da isonomia e acreditamos que a Conmebol deveria tomar providências. Ela tratou o tema com as autoridades locais", explicou o CEO do Grêmio, Carlos Amodeo, em entrevista ao Show dos Esportes, da Rádio Gaúcha.


Provocada pelo clube gaúcho, a Conmebol fez contato com o governo equatoriano para buscar maiores explicações sobre o caso e pouco antes das 21h de terça divulgou um comunicado, transferindo a data e o local da partida, contra o Independiente del Valle, que será disputada na sexta-feira (9), em Assunção, no Paraguai.


A decisão da entidade que rege o futebol sul-americano não teve consulta aos clubes, mas sim um comunicado prévio de que "havendo a proibição da realização do jogo o mesmo seria transferido para Assunção". Com a negativa das autoridades equatorianas, os clubes receberam um documento com a confirmação do novo local, data e horário da partida.



Em uma breve reunião no hotel, Amodeo comunicou os jogadores sobre a determinação da Conmebol. A delegação do Grêmio deixará Quito na tarde desta quarta-feira.

#gremio #imortal #tricolor #conmebol #libertadores

LEIA TAMBÉM: Pedro Geromel treina normalmente e vê retorno aos gramados se aproximar

Com legado vitorioso, Renato se despede do Grêmio após trajetória vitoriosa





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

20/4/2021

Novo treinadaor? - 18:02 (0)

Como Tiago Nunes montará o Grêmio?















19/4/2021