Grêmio testa "ataque leve", não faz gol e reforça busca por centroavante


Fonte: esporte.uol

O Grêmio usou um ataque sem a figura do centroavante, fixo perto da área, diante do São Paulo. A alternativa, em decorrência da suspensão de Diego Souza, deixou boa impressão na comissão técnica. O problema é que a formação, mesmo elogiada e mostrando bons momentos durante o jogo válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, não balançou as redes.



São Paulo e Grêmio empataram em zero um jogo marcado pela atuação da arbitragem de Rafael Traci. O árbitro foi duramente criticado pelo clube gaúcho, que reclamou pênalti e ausência de expulsão em pelo menos dois lances da partida.

A estratégia de Renato Gaúcho foi usar a velocidade contra o São Paulo. O ataque leve foi orientado a pressionar a defesa armada por Fernando Diniz, justamente em busca de erros em um dos alicerces do modelo de jogo do treinador.

Alisson, Isaque, Luiz Fernando e Pepê usaram a velocidade para jogar dentro do campo do São Paulo. Não à toa, Luiz Fernando e Pepê foram os jogadores que mais ganharam duelos no jogo, segundo o site SofaScore. O camisa 25 também aparece no topo da lista de interceptações.

Tudo que o Grêmio ganhou em metros, pecou em pontaria. Das 11 finalizações no jogo, apenas duas foram no gol. E somente uma pode ser considerada grande chance.

"O Grêmio dominou 90% da partida, tirando os 10 primeiro minutos. Não vencemos só por falta de tranquilidade no último passe, na hora de finalizar. Fiquei muito satisfeito e fico ainda mais satisfeito por ver que o Grêmio está crescendo no momento certo da competição", disse Renato Gaúcho.

Diego Souza, artilheiro do Grêmio em 2020, também tem retomado importância com assistências. Executando função que Renato entende ser vital ao time: pivô, de costas ao gol e servindo resto do time que chega de frente para a meta.

A figura do centroavante é tão importante que o Grêmio tem negociação em andamento com o Cerro Porteño para contratar Diego Churín. As tratativas, reveladas pelo UOL Esporte, se baseiam nas características físicas do argentino: idênticas às de Diego Souza.

O Grêmio volta a campo diante do América de Cali-COL, quinta-feira, pela Copa Libertadores. Diego Souza retorna ao time e o ataque leve, por ora, fica arquivado.



Grêmio, Ataque leve, Tricolor, Controavante

LEIA TAMBÉM: "É jogo de cachorro grande", projeta Paulo Luz sobre próximo adversário do Grêmio na Liberta

E MAIS: Diego Churín desembarca nesta sexta em Porto Alegre, e Grêmio confirma tentativa por Gastón Ramírez





Comentários



Não falei que o burro acha que Orejuela e Diogo não podem jogar juntos? Pra burro estúpido só faltam as penas.

L.Fernando como centroavante e fraco

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

26/10/2020






















25/10/2020